sexta-feira, 19 de junho de 2020

GUARAPUAVANO PERDE A VIDA EM ACIDENTE NA BR 277 EM LARANJEIRAS DO SUL.


Weslei Fiuza, 27, era passageiro de uma Van que bateu violentamente na traseira de um caminhão.

Ele foi socorrido, mas morreu dentro da ambulância. Weslei morava no bairro Bonsucesso em Guarapuava e era técnico ambiental.

A colisão ocorreu na BR-277 em Laranjeiras do Sul, no início da noite de ontem (18).

Segundo a Policia Rodoviária Federal, a Van estava na rodovia sentido Curitiba, quando bateu na traseira do caminhão carregado com soro de leite.

O Corpo de Bombeiros foi acionado até o local para dar apoio a empresa que administra a rodovia. 

De acordo com a Corporação, um outro passageiro e o motorista da Van, estão internados.

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

Casal é encontrado morto em Coronel Vivida


Na manhã desta sexta-feira (19) no bairro São Luiz, próximo ao ginásio em Coronel Vivida, um casal de jovens foi encontrado morto em sua residência.

Segundo informações preliminares a mãe de um jovem de 21 anos ficou preocupada pois o filho não atendia suas ligações.

Quando então, foi até a casa do jovem e acabou encontrando o filho e mais uma jovem que não teve a idade revelada, em óbito no local. 

Mais informações em seguida.

Fonte: Rode Humaitá

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

VOCÊ SABIA QUE O KIWI É UMA FRUTA RICA EM VITAMINA C, TÃO IMPORTANTE NA PREVENÇÃO DE GRIPES E RESFRIADOS

Conheça os benefícios do kiwi para sua saúde, Principalmente por ser uma fruta rica em vitamina C tão importante na prevenção de gripes resfriados que são tão frequentes nesta época.

Eaproveite que estamos na época da colheita da fruta e vá até o Superpão Compre Mais e adquira esta delícia fresquinha e pelo melhor preço.

Originário da China e hoje difundido no mundo todo, o Kiwi é uma fruta originalmente cultivada em clima temperado, fonte de fibras e rica em vitamina K e vitamina C.

O ideal para incluir ainda mais o kiwi na alimentação é aproveitar a sua época: o outono, quando as frutas têm melhor qualidade e melhores preços. (1, 2)

Nutrientes do kiwi

O kiwi possui pectina, uma fibra importante para controlar os níveis de colesterol no sangue. O alimento não possui colesterol e contém magnésio, cobre, vitamina B6, niacina, vitamina A, riboflavina, cálcio, zinco, ferro, potássio, fósforo e os aminoácidos glutamato e arginina.
Calorias60kcal
Carboidratos11,5g9%
Proteínas1,3g3% das necessidades diárias para mulheres e 2,3% para homens*
Gorduras totais0,6g1%
Potássio269mg6%
Vitamina C70,8mg118% das necessidades diárias para mulheres e 94% das necessidades para homens*
Vitamina K40,3µg45% das necessidades diárias para mulheres e 34% para homens*
Vitamina A2,2µg0,3% das necessidades diárias para mulheres e 0,2% para homens*
Ácido fólico25µg6%
Cálcio24mg3%
Magnésio11mg4% das necessidades diárias para mulheres e 3% para homens*
Fósforo33mg6%
Ferro0,3mg2% das necessidades diárias para mulheres e 4% para homens*
Fibra alimentar2,7g11%
*Necessidades diárias de gorduras tendo como base uma dieta de 2000kcal. (2)Fonte: USDA Food Composition Databases

Benefícios do kiwi

Além de ter um sabor delicioso, o Kiwi ainda oferece inúmeros benefícios para a saúde:
  • Ação antioxidante
  • Baixas calorias
  • Anticancerígeno
  • Anti-inflamatório
  • Fortalece o sistema imunológico
  • Rico em vitamina C, E e K
  • Ajuda na digestão e prisão de ventre
  • Tem baixo índice glicêmico (1, 2).
Fonte: Minhavida.com

Da redação/ Sandra Laciuk

OFERTAS DO SUPERMERCADO SUPERPÃO COMPRE MAIS PARA DIA 19/06 E 20/06/2020

SUPERMERCADO SUPERPÃO COM MAIS APROVEITE AS OFERTAS DESSA SEXTA-FEIRA E SÁBADO
DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

PITANGA - APREENSÃO DE CARGA DE CIGARROS CONTRABANDEADOS

Por volta de 19h00min de ontem (18)  foi abordado o veículo Fiat Siena, com placas de Piraquara o qual trafegava pela PR 466  e era conduzido por um homem 32 anos, e o passageiro, de 31 anos. 

Após a abordagem e verificação de documentos e busca pessoal e no veículo foi encontrada a quantia de 2010 carteiras de cigarros marca Classic oriundos do Paraguai. 

Informaram a compra na cidade de Campo Mourão em um bar. 

Foi dada voz de prisão e conduzidos até a delegacia de polícia federal de Guarapuava, para as medidas cabíveis.

Fonte: Setor de  Comunicação

Da redação/ Sandra Laciuk


SÓ SAIA DE CASA SE FOR PRECISO, ESSA ATITUDE PODE SALVAR VIDAS

O isolamento social é uma forma eficaz de evitar o contágio pelo corona vírus, esta atitude pode salvar muitas vidas e só depende de você.

Portanto se puder fique em casa, caso contrário siga as regras de Distanciamento Social, use máscara e álcool em gel.

A Secretaria Municipal de Saúde de Pitanga divulga através da assessoria de imprensa da Prefeitura, criou um banner explicativo sobre a importância do isolamento social.


Da redação/ Sandra Laciuk


Casos brandos de depressão pós-parto pode aumentar durante pandemia e isolamento social

bebê, recém-nascidoA chegada de um bebê na família é, na maioria das vezes, um momento de felicidade, mas algumas mães podem experimentar a depressão pós-parto, que substitui essa alegria por tristeza e melancolia profundas e interfere até mesmo nos cuidados com o bebê.
Em alguns casos mais brandos, mas que merecem a mesma atenção, ocorre o que os médicos e psicólogos chamam de blue puerpério ou baby blues. No caso do primeiro, a depressão pós-parto, pelo menos 5% da população mundial são diagnosticados. Já o blue puerpério atinge 30% dessa população, e as estimativas são de que os casos aumentem durante a quarentena provocada pela pandemia de covid-19.
A jornalista Silvia Amélia de Araújo, que teve seu primeiro filho poucos dias antes do início do isolamento social, é um exemplo. Moradora de Goiás, foi com o marido para Belo Horizonte poucos dias antes do nascimento do bebê, porque ambos queriam estar perto da família e dos amigos nesse momento tão importante. “Ele nasceu no dia 4 de março e daí a dez dias as visitas deixaram de ser possíveis. Não encontramos praticamente ninguém e voltamos para casa em uma situação tensa”.
Silvia conta que teve uma gravidez tranquila, feliz e planejada. O parto foi como queria, mas em meio à pandemia, ela não conseguiu amamentar e isso desencadeou o baby blues no seu caso. “Várias pessoas acharam que pudesse ser depressão, mas a percepção dos profissionais que me atenderam é a de que foi um baby blues mais severo. O que os fez descartar a depressão foi o fato de que eu continuei cuidando do meu filho”. Silvia disse estar melhorando a cada dia, mas ainda não se sente totalmente recuperada.
Segundo a jornalista, a frustração de não amamentar o filho foi ampliada pela impossibilidade de procurar ajuda devido ao isolamento e aos riscos de ir a um banco de leite, um hospital ou a uma consulta médica. “É possível que eu não enfrentasse tantas dificuldades com a amamentação se não estivéssemos nesse contexto. Não pude receber uma receita médica de um remédio que estimulasse a produção de leite, não pude ir ao banco de leite receber ajuda. Mas se eu pudesse ter orientação, talvez o resultado fosse diferente”, afirmou.

Blue puerpério e depressão pós-parto

O psiquiatra do Departamento de Psicologia da Associação Paulista de Medicina (APM), Kalil Dualib, explicou que o blue puerperal é muito frequente nas mulheres que ficam grávidas pela primeira vez e está altamente associado à insegurança em relação ao desempenho no cuidado com o filho. No período da pandemia, junta-se a isso o temor de se contaminar com o novo coronavírus.
"Por isso, imagino que esse número de blue puerperal está subindo muito, porque as mulheres agora têm outra insegurança, que é a transmissão do vírus. Esse quadro não precisa ser medicado, mas sim orientado. Quanto melhor a estrutura da mãe, com auxílio de familiares ou funcionários, melhor lidará com o problema".
A depressão pós-parto é muito mais grave, com um quadro no qual a pessoa perde a energia e o prazer em tudo. Kalil explicou que nessa situação corre-se um risco muito grande porque a mulher não vê sentido em nada, acha que seria uma mãe horrorosa e que seria melhor para o bebê ser cuidado por outra pessoa, havendo até a possibilidade de atentar contra a própria vida ou a da criança.
“Até agora não houve aumento da depressão pós-parto ligada à covid-19, porque tem uma característica mais genética. Nesse caso é preciso ser detectado precocemente e medicado, colocar acompanhante 24 horas. É um quadro que exige muita atenção. Quem já teve depressão tem que tomar mais cuidado e ficar mais atento aos sinais. A parte hormonal também pode gerar um quadro depressivo", explicou.
O psiquiatra orienta as mulheres em tratamento para depressão a avisar seu médico imediatamente ao saberem que estão grávidas, porque nesses casos é preciso adequar a medicação e nunca interromper por conta própria. "A maior parte dos antidepressivos é muito segura. se necessário ser usado na gestação. Há dois ou três que não podem ser usados", disse. Ele lembrou que a gravidez é um fator protetor contra a depressão, devido aos hormônios desencadeados a partir do terceiro mês de gestação.

Como lidar com o quadro no isolamento

A vice-presidente do Conselho Federal de Psicologia (CFP), Anna Carolina Lo Bianco, disse que o pós-parto é um momento em que a mãe se sente muito exigida por causa da dedicação integral ao bebê e da expectativa do amor materno, o que facilita muito os quadros de depressão pós-parto e baby blues.
"Esses quadros estão quase sempre ligados a um ideal inatingível, à exigência de atender a um ideal que é difícil de alcançar. A pessoa se sente sempre em falta em relação àquele ideal e se acovarda, se sente impotente e cai na depressão. Esse quadro é proporcional à expectativa e à exigência de desempenho".
Segundo ela, quem não está conseguindo vivenciar o nascimento do filho como gostaria, com a presença dos familiares e de pessoas que ajudem, fica em um estado de isolamento maior do que sentiria normalmente e mais frágil, o que traz mais vulnerabilidade com relação à sua própria expectativa.
"Por isso, a busca do contato com as pessoas e a possibilidade de falar o que está sentindo são muito importantes, por menos que se sinta à vontade para falar. A única coisa que podemos esperar é que essa mãe tenha coragem para pedir ajuda a alguém e, de alguma forma, se encontrar com o que está deixando-a desanimada, porque essa é a única maneira de perceber quais os recursos que se tem para sair disso".
Fonte: Agência EBC
Da redação/ Sandra Laciuk

ESTUDOS MOSTRAM QUE TIPO SANGUÍNEO E GENES PODEM TER LIGAÇÃO COM A GRAVIDADE DE UMA INFECÇÃO PELO CORONA VÍRUS

Pesquisadores europeus buscam mais pistas sobre infecção 

Um profissional de saúde realiza um teste finalizado em um local de testes de coronavírus fora dos Serviços Comunitários de Saúde Internacionais no Distrito Internacional de Chinatown durante o surto de doença por coronavírus (COVID-19) emO tipo sanguíneo de uma pessoa e outros fatores genéticos podem ter ligação com a gravidade de uma infecção pelo novo coronavírus, de acordo com pesquisadores europeus que buscam mais pistas para explicar por que a covid-19 atinge algumas pessoas tão mais duramente que outras.
As descobertas, publicadas no periódico científico The New England Journal of Medicine na quarta-feira (17), levam a crer que pessoas com sangue tipo A correm risco maior de desenvolver sintomas mais intensos quando infectadas pelo novo coronavírus.
No auge da epidemia na Europa, pesquisadores analisaram os genes de mais de 4 mil pessoas em busca de variações que são comuns naqueles que foram infectados pelo vírus e desenvolveram casos graves de covid-19.
Uma série de variantes em genes que estão envolvidos nas reações imunológicas são mais comuns em pessoas com casos graves de covid-19, descobriram os cientistas. Estes genes também estão envolvidos com uma proteína de superfície celular chamada ACE2, que o coronavírus usa para ter acesso às células do corpo e infectá-las.
Os pesquisadores, liderados pelos médicos Andre Franke, da Universidade Christian-Albrecht de Kiel, na Alemanha, e Tom Karlsen, do Hospital Universidade de Oslo, na Noruega, também descobriram uma relação entre a gravidade da covid-19 e o tipo sanguíneo. O risco de casos graves de covid-19 é 45% maior para pessoas com sangue tipo A do que pessoas com outros tipos sanguíneos, e parece ser 35% menor para pessoas com sangue tipo O.
"As descobertas oferecem pistas específicas sobre os processos de doenças que podem acontecer na covid-19 grave", disse Karlsen à Reuters por e-mail, observando que pesquisas adicionais são necessárias antes de as informações se tornarem úteis.
"A esperança é que esta e outras descobertas apontem o caminho para uma compreensão mais abrangente da biologia da covid-19", escreveu Francis Collins, diretor dos institutos nacionais de Saúde dos Estados Unidos e especialista em genética, em seu blog nessa quinta-feira (18).
"Elas também sugerem que um exame genético e o tipo sanguíneo de uma pessoa podem fornecer ferramentas úteis para identificar aqueles que podem correr mais risco de uma doença grave".
Fonte: Agência EBC
Da redação/ Sandra Laciuk

CAIXA INICIA HOJE O PAGAMENTO DA 3ª PARCELA DO AUXÍLIO EMERGENCIAL

Beneficiários do Bolsa Família receberão última parcela até 30 de junho

Aplicativo Caixa TemA Caixa Econômica Federal fará hoje (19) o depósito de R$ 600 (R$ 1.200 para famílias chefiadas por mulheres) referente à 3ª parcela do auxílio emergencial para beneficiários do programa Bolsa Família que possuem o número de identificação social (NIS) com final 3. 
Para os demais números, consulte a tabela abaixo:
DataNº. de beneficiadosÚltimo dígito do NIS
18 de junho1.926.557dígito 2
19 de junho1.923.492dígito 3
22 de junho1.924.261dígito 4
23 de junho1.922.522dígito 5
24 de junho1.919.453dígito 6
25 de junho1.921.061dígito 7
26 de junho1.917.991dígito 8
29 de junho1920.953dígito 9
30 de junho1.918.047dígito 0
Na quarta-feira (17), dia do início do pagamento do primeiro lote da 3ª parcela, beneficiários do programa Bolsa Família que possuem o NIS de final 1 tiveram o crédito em conta. Ontem (18), foi o dia de quem tem o NIS terminado em 2. O benefício foi criado pelo governo para amenizar o impacto econômico causado pelas medidas adotadas para conter a pandemia do novo coronavírus.
As datas do pagamento do auxílio emergencial são diferenciadas para pessoas que já eram inscritas no programa Bolsa Família. Segundo dados apresentados pelo presidente da Caixa, Pedro Guimarães, 117,7 milhões de pessoas já receberam entre uma e três parcelas do benefício. Guimarães afirmou ainda que 100% dos cadastros aprovados para o auxílio já receberam a primeira parcela, que teve o último lote creditado em conta na quarta-feira (17). A verba total do governo federal para o pagamento das 3 parcelas do auxílio é de R$ 83,2 bilhões. 
Para os beneficiários do Bolsa Família, a utilização do auxílio poderá ser feita pelo próprio cartão do programa. Quem possui o Cartão Cidadão ou utiliza o aplicativo Caixa Tem, também poderá usar o crédito normalmente, e estará apto a realizar compras online, pagamento de boletos e pagamentos via maquininhas de cartão. 

Reanálise

Pedro Guimarães apontou também que ainda há cadastros em análise para o recebimento do benefício. Cerca de 1,5 milhão de pessoas ainda estão passando pela primeira validação da Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev), e 1,2 milhão estão passando pela segunda ou terceira análise de cadastro.

Auxílio emergencial

A Caixa divulgou ainda as estatísticas de uso dos serviços envolvidos na requisição, consulta e análise do auxílio emergencial até agora. O aplicativo para celulares Auxílio Emergencial teve cerca de 97 milhões de downloads. O app Caixa Tem, criado para acessar informações sobre o auxílio emergencial e demais benefícios, o programa de Benefício Emergencial de Preservação do Emprego (BEm) e programas sociais (FGTS, PIS e seguro-desemprego) foi instalado em 124,6 milhões de aparelhos. Os sites da Caixa referentes ao benefício tiveram 1,3 bilhão de acessos, e a central de ligações do auxílio emergencial atendeu mais de 285 milhões de ligações. 
Fonte: Agência EBC
Da redação/ Sandra Laciuk

quinta-feira, 18 de junho de 2020

Novidade na Ruzam Parafusos e Ferramentas Motosserra a Bateria Husqvarna


Motosserra a Bateria Husqvarna.

Leve e fácil de usar a motosserra a bateria é ideal para beneficiamento e poda de pequenas árvores ou corte de pequenos ramos.

Possui um controle intuitivo para uma partida segura e simples, enquanto o freio de corrente de inércia garante um ótimo manuseio.
A Ruzam Parafusos e Ferramentas é revenda e assistência técnica autorizada da Husqvarna. 

Compre com qualidade, compre HUSQVARNA!!!

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS


Professora é presa após sair de carro recheado de maconha em Irati


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Paraná apreendeu em Irati, a cerca de 100 quilômetros de Ponta Grossa, 392,4 quilos de maconha que estavam num carro roubado. 

O motorista fugiu e abandonou o carro com a droga. Numa mata, os policiais encontraram e prenderam uma professora, de 21 anos, passageira do carro. 

Segundo a PRF, a ocorrência iniciou por volta das 14h40 desta quarta-feira (17), quando agentes da PRF tentaram abordar um motorista que conduzia um Kia Cerato, na BR-277. 

O motorista tentou se evadir, quase atropelando um dos policiais e foi acionado o dilacerador de pneus, que fez o carro parar alguns metros à frente. 

O motorista conseguiu fugir, mas os policiais encontraram, escondida em uma mata, uma mulher, de 21 anos, que admitiu ser a passageira do carro. 

No carro, os policiais encontraram os 392,4 quilos de maconha, que foram apreendidos. Os agentes descobriram que o carro havia sido roubado há menos de duas semana, em Itajaí (SC). 

Diante dos fatos, a mulher, que mora em Matelândia (PR), foi presa e conduzida para a Polícia Civil em Irati para o registro dos crimes de tráfico de drogas, desobediência, tentativa de homicídio e receptação de veículo roubado.

Fonte: PRF

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS


Homem de 70 anos é vítima de homicídio no interior de Candói


Por volta das 21h30min do dia 17 de junho de 2020 policiais deslocaram no Assentamento União São Pedro, zona rural, após terem sido informados de que uma pessoa havia sido alvejada com um disparo de arma de fogo e encontrava-se em óbito. 

No local, relatou o senhor de que estava na residência de seu irmão, 70 anos quando percebeu que alguém chamou pelo nome de seu irmão.

E quando este atendeu ao chamado, ouviu-se um disparo de arma de fogo e logo em seguida seu irmão caiu junto a porta vindo a falecer. 

Disse ainda a testemunha que devido o horário noturno, não foi possível identificar o autor do disparo e que seu irmão não tinha problemas com ninguém na comunidade. 

Isolado o local e acionado equipes do IML, Criminalística e Polícia Civil.

Fonte: PM

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

NÃO VAMOS ESQUECER QUE O (COVID19) MATA, MAIS A DENGUE MATA MUITO MAIS, VAMOS CUIDAR DE NOSSO QUINTAL


Não vamos esquecer que os casos de dengue continuam aumentando em nossa região!
Aproveite que não pode ir a locais de aglomeração e faça um tour pelo quintal para ver se não tem água criando mosquito da dengue

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

SEJA UM VOLUNTARIO, PARA AJUDAR O GRUPO QUE FAZ OS POLVINHOS (OCTOPUS), PARA A DOAÇÃO NO HOSPITAL SÃO VICENTE DE PAULA


MAS POR QUE O POLVO?

1. Porque ele tem vários "braços" para abraçar o bebê.

2. Os tentáculos são macios e ideais para serem agarrados e assim evitam que o bebê puxe os fios e sondas.

3. O corpinho ajuda no posicionamento do bebê na incubadora, funcionando de maneira semelhante aos rolinhos de posição.

4. O polvinho transmite calma, proteção e amor ao recém-nascido.

O PROJETO EM PITANGA


Está nascendo! O projeto surgiu para confeccionar polvinhos de crochê, seguindo a receita padrão da Dinamarca, que são doados aos hospitais de Pitanga e região.

É um projeto totalmente voluntário! Não vendemos os polvinhos, não temos nenhum retorno financeiro. 

Doamos nosso tempo, e vivemos de doações.

GOSTARIA DE AJUDAR?

Você pode ajudar das seguintes formas:

Doando materiais para confecção dos polvinhos.

Linha para crochê 100% algodão, antialérgica, (pode ser das marcas Anne, Charme, Barroco, Camila ou Amigurumi).

Fibra siliconada antialérgica.

Ajudando financeiramente o projeto, para comprarmos materiais para a confecção dos polvos.

Sendo voluntário (a) confeccionando os polvinhos, lembrando que existe um padrão de receita

Receita: https://goo.gl/f26AbL

Link de como fazer: https://youtu.be/xV6u7jr3UiM

Lembrando que os polvinhos precisam ser confeccionados com fio 100% algodão, com o padrão da receita acima. 

Os tentáculos não podem passar de 22 cm por motivos de segurança do bebê. 

Os polvinhos podem ter enfeites, desde que sejam costurados, nada colado. 

Também não pode ser bordada chupeta nos polvinhos.

Ficou interessado (a)? Entre em contato conosco: (42) 99827-4564

OU  BLOG JONEI FARIAS (42) 998 535095
 DA REDAÇÃO/ MARIA FARIA 


PRF atende grave acidente com óbito em Arapongas


Na noite desta quarta-feira (17 de junho, de 2020), por volta das 20h30, no km 185, da BR 369, agentes da Polícia Rodoviária Federal, (PRF), foram acionados para atender a um grave acidente de trânsito. 

Um veículo VW/UP com placas de Arapongas-PR, que seguia sentido Arapongas a Apucarana, conduzido por um homem de 68 anos, colidiu violentamente em um carrinho de coleta de lixo reciclável que atravessava a rodovia. 

Com a violência do impacto, o coletor de lixo reciclável, Antônio de Lima Pinto, de 52 anos, não resistiu aos ferimentos e morreu no local. 

O condutor do veículo não sofreu lesões, porém foi encaminhado por uma equipe do Samu até o Hospital Santa Casa de Arapongas para uma avaliação médica, em virtude de possuir problemas de saúde. 

Equipes da Polícia Civil, IML e Corpo de Bombeiros, compareceram ao local para levantamento de dados, remoção do corpo e lavagem da pista, respectivamente. 

A PRF fará o Boletim de Acidente de Trânsito e o remeterá à autoridade policial.

Fonte: PRF

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS


OFERTAS PARA ESSE FIM DE SEMANA 18/06 A 20/06, DO SUPERMERCADO SUPERPÃO COMPRE MAIS

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

OFERTAS DESTA QUINTA-FEIRA DO SUPERMERCADO SUPERPÃO COMPRE MAIS

APROVEITE AS GRANDES OFERTAS DESTA QUINTA -FEIRA.
DA REDAÇÃO/MARIA FARIAS

REGRAS DE ISOLAMENTO DOMICILIAR PARA QUEM TESTOU POSITIVO PARA CORONA VÍRUS

O Ministério da Saúde disponibiliza orientações sobre como a pessoa deve proceder para evitar o contágio de quem convive na mesma casa, caso ela testou positivo para corona vírus.
Veja o vídeo:



Da redação/ Sandra Laciuk





Paraná tem 529 novos casos de coronavírus e mais 22 mortes

O Estado soma 11.085 confirmações da doença e 386 óbitos em decorrência do novo coronavírus. Os dados são do boletim divulgado nesta quarta-feira (17) pela Secretaria de Estado da Saúde.

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quarta-feira (17) 529 novos casos e mais 22 óbitos pela Covid-19. O Paraná soma 11.085 confirmações da doença e 386 mortos em decorrência do novo coronavírus. Um caso confirmado em 13 de junho em Adrianópolis foi transferido para Cotriguaçu (MT).
INTERNADOS – Nesta quarta-feira (17), há 348 pacientes internados com diagnóstico confirmado de Covid-19. Destes, 243 pacientes estão em leitos SUS (113 em UTI e 130 em leitos clínicos/enfermaria) e 105 em leitos da rede particular (38 em UTI e 67 em leitos clínicos/enfermaria).
Há outras 893 pessoas em leitos UTI e enfermaria que aguardam resultados de exames. Elas estão nas redes pública e particular e são consideradas casos suspeitos de infecção pelo vírus Sars-CoV-2.
ÓBITOS – A secretaria estadual informa a morte de mais 22 pacientes. Todos estavam internados. São dez mulheres e 12 homens, com idades que variam de 15 a 92 anos. Os óbitos ocorreram entre os dias 10 e 17 de junho.
Os pacientes que morreram residiam:
Sete em Curitiba; cinco em Cascavel; três em Rolândia; dois em Fazenda Rio Grande. Houve um óbito nos municípios de Almirante Tamandaré, Assaí, Cornélio Procópio, Londrina e São José dos Pinhais.
MUNICÍPIOS – No Paraná, 311 cidades têm ao menos um caso confirmado de Covid-19. Bom Sucesso, Diamante D’Oeste e Formosa do Oeste, registraram casos pela primeira vez. Em 112 municípios há óbitos pela doença.
FORA DO ESTADO – O monitoramento da secretaria estadual registra 140 casos de pessoas que foram diagnosticadas no Paraná, mas não moram no Estado. Destas, oito foram a óbito.
A secretaria estadual reforça que os municípios têm critérios diferentes de confirmação de casos e, por isso, pode ocorrer divergência de números. A secretaria informa, ainda, que os dados são consolidados na gestão estadual, mas os municípios encaminham as informações para as regionais, que repassam para o Centro de Informações Estratégicas em Vigilância em Saúde (Cievs), na Sesa.
Fonte: Informe SESA
Da redação/Sandra Laciuk

SESA DIVULGOU O NOVO BOLETIM QUINZENAL SOBRE A DENGUE

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou na última terça-feira (16) o boletim quinzenal com os números da dengue no Estado: são 212.074 casos acumulados desde o início do período epidemiológico, em julho do ano passado.

Confira os detalhes acerca do Boletim:




Fonte: Minuto Paraná

Da redação/ Sandra Laciuk


Apesar de sinais de estabilização, pandemia no Brasil ainda é grave

Melhora nos números pode dar falsa sensação de estabilidade, diz OMS.

O chefe do médico da UTI, Everton Padilha Gomes, examina uma radiografia de tórax de um paciente em um hospital de campo criado para tratar pacientes que sofrem da doença por coronavírus (COVID-19) em Guarulhos, São PauloEste é um momento de extrema cautela. A afirmação foi feita por Michael Ryan, diretor executivo do programa de emergências da Organização Mundial da Saúde (OMS), durante a coletiva de imprensa de hoje (17). O evento informa sobre os andamentos nas pesquisas e a evolução no combate ao novo coronavírus em escala global. 
De acordo com Ryan a situação no Brasil ainda é classificada como grave. Os sinais de estabilização do contágio e do número de casos graves e óbitos não são, necessariamente, sinais de vitória sobre a doença. “Já vimos isso antes em epidemias em outros países. Pode-se ver um sinal de estabilização durante um dia, ou alguns dias, e a [ocorrência da] doença pode subir novamente. Deve haver um foco no distanciamento social, na higiene e nos esforços para evitar aglomerações”, afirmou.
Michael Ryan frisou ainda que populações de minorias étnicas e pessoas em condições de pobreza nos ambientes urbanos devem ter apoio especial, já que não possuem condições para realizar o distanciamento social e manter a higiene necessária para conter o avanço do novo coronavírus.
“Penso que, na perspectiva do Brasil, agora realmente é um momento de dobrar as apostas no sistema público de saúde e nas medidas sociais. [É o momento de] focar em ajudar comunidades e garantir que o sistema hospitalar continue funcionando e seja capaz de tratar pacientes graves”, afirmou o médico.
“Não tenho dúvidas do compromisso total, engenhosidade do governo brasileiro, dos estados, das pessoas para achar uma maneira de colocar a doença sob controle. [O Brasil] emergirá dessa situação o mais rápido possível”, concluiu Ryan.

Dexametasona

Durante o evento, Michael Ryan afirmou ainda estar otimista sobre resultados preliminares com o corticosteroide dexametasona, que se mostrou eficaz no combate à manifestação mais grave da covid-19, a síndrome respiratória aguda grave (Srag). Segundo os dados, a medicação apresentou uma queda na mortalidade de pacientes nesse quadro de um terço.
Fonte: Agencia EBC
Da redação/ Sandra Laciuk