terça-feira, 21 de junho de 2022

PAI É SUSPEITO DE TER AGREDIDO BEBÊ DE APENAS UM MÊS DE IDADE, A CRIANÇA TEVE FRATURAS NO BRAÇO E QUEIMADURAS

IMAGEM ILUSTRATIVA
A Polícia Militar da cidade de Pinhão foi acionada para comparecer até o Hospital Santa Cruz, a fim de dar apoio ao Conselho Tutelar em uma situação de lesão corporal e possível maus tratos em um bebê de apenas 1 mês de idade.

 No local entrado em contato com os conselheiros e com a equipe médica, os mesmos relataram a equipe que a mãe de 31 anos chegou até o hospital com seu bebê dizendo que achou que o mesmo havia deslocado o ombro e foi até uma curandeira. A equipe médica ao realizar exames de RAIO X constatou fratura em dois lugares do braço do bebê.

Diante do fato, a mãe então passou a relatar que o esposo masculino, 24 anos é agressivo e impaciente com o neném, relatou ainda que é usuário de drogas, quando está em abstinência fica muito agressivo, que na semana que passou ele dormiu junto com o bebê e que durante a madrugada o mesmo acordou chorando e ele deu vários chacoalhões na criança dizendo para este parar de chorar.

Segundo relato do médico que atendeu o bebê, fraturas não ocorrem com frequência em recém-nascidos, haja vista os ossos não estarem com a formação e calcificação completa, relatando ainda que este tipo de fratura em bebês só pode ocorrer mediante dobradura completa do membro. Além da fratura foi constatado também queimadura possivelmente de cigarro na mão da criança.

Diante do fato a equipe deslocou ate a residência do casal, Bairro Pinheirinho, onde obteve êxito na abordagem e detenção do pai da criança, após isso encaminhado até a Delegacia para procedimentos de polícia judiciária. A criança foi encaminhada para o hospital de Guarapuava para passar por procedimento cirúrgico, onde a mãe o acompanhará.

Fonte: Polícia Militar

Nenhum comentário:

Postar um comentário