sábado, 5 de março de 2022

EXPLOSÃO CAUSOU A MORTE DE DOIS FUNCIONÁRIOS EM MARINGÁ

O tenente Pedro Seki, do Corpo de Bombeiros de Maringá, que coordenou o atendimento no interior da Cooperativa Cocamar, no início da tarde desta sexta-feira, 4.

Afirmou que o serviço de solda realizado pelos operários que morreram na explosão de um tanque acontecia em local irregular. 

Uma explosão resultou na morte de dois trabalhadores. 

“Os trabalhadores faziam os reparos em um cano que levava efluentes de combustíveis até o tanque. Segundo o que conversamos com o técnico de segurança do trabalho, era para retirar o cano e fazer a solda fora dali. Mas os reparos estariam sendo feitos bem próximo ao tanque cheio de gases inflamáveis”, afirmou Seki.

Com a explosão, dois trabalhadores que são de uma empresa terceirizada morreram na hora. 

As vítimas tinham 32 e 36 anos, faziam o uso de todos os equipamentos, mas não resistiram às lesões causadas pela explosão.

“O tanque estava vazio, não tinha nenhum efluente. Só que nesses casos os gases acumulados são tão perigosos quanto o líquido. O correu uma explosão ‘seca’ que a gente chama, com base no ar. Mesmo com todos os equipamentos de segurança, os trabalhadores não tiveram chance, por conta da gravidade do fato”, destacou o tenente.

A perícia da Polícia Civil de Maringá realizou os levantamentos e no inquérito instaurado, deve ser anexado o relatório do serviço contratado pela cooperativa para saber se houve negligência.

A cooperativa, que não confirmou a informação repassada pelo Corpo de Bombeiros. 

A empresa ressaltou que ainda está investigando a causa do acidente.

No momento em que o acidente aconteceu, o ex-juiz Sergio Moro fazia uma visita à empresa. 

O ACIDENTE

Uma explosão causou a morte de dois homens, de 32 e 36 anos, na manhã desta sexta-feira (4), em Maringá, Paraná. 

De acordo com as informações do Corpo de Bombeiros, o acidente aconteceu em uma cooperativa agrícola. 

No momento em que o acidente aconteceu, o ex-juiz Sergio Moro fazia uma visita à empresa. 

Os bombeiros informaram que a explosão ocorreu quando os trabalhadores estavam soldando um tanque de fluídos. 

As vítimas foram arremessadas a mais de 20 metros do local. 

Técnicos da segurança de trabalho da unidade disseram que os dois homens estavam montando o tanque. 

A suspeita é que gases de resíduos de biodiesel tenham provocado a explosão.

Equipes de socorro foram chamadas, incluindo um helicóptero do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), porém, nada pôde ser feito. Os homens morreram no local.

No momento em que o acidente aconteceu, o ex-juiz Sergio Moro fazia uma visita à cooperativa. 

Segundo a assessoria de Moro, o ex-ministro da Justiça estava na sede administrativa, que fica longe do local da explosão, ocorrida na ala industrial.

Ainda conforme a assessoria, ele deixou a corporação logo após o acidente. 

Moro está bem. Através de uma nota, o ex-juiz lamentou a morte dos trabalhadores e prestou solidariedade ao corpo funcional da cooperativa. Confira:

"Em agenda no interior do Paraná, o pré-candidato à presidência da República, Sergio Moro visitava a sede administrativa da Cocamar (Cooperativa Agroindustrial de Maringá), na manhã desta sexta-feira (4/3), quando foi informado da explosão na parte fabril da Cooperativa. Infelizmente, o acidente vitimou dois funcionários da Cocamar. Sergio Moro lamentou o acidente, prestou solidariedade ao corpo funcional e suspendeu a agenda de visitação".

A empresa divulgou uma nota lamentando o ocorrido. Veja:

"A Cocamar lamenta informar que na manhã desta sexta-feira (4/3), por volta de 11h30, um grave acidente foi registrado na Estação de Tratamento de Efluentes, no seu parque industrial em Maringá (PR), levando a óbito dois prestadores de serviços que trabalhavam no local.

A cooperativa esclarece que em todos os seus setores são adotados rigorosos protocolos de segurança, sendo que os trabalhadores utilizavam todos os equipamentos de proteção, e comunica também que está prestando assistência às famílias das vítimas, às quais se solidariza.

As causas do acidente estão sendo investigadas pela cooperativa, juntamente com as autoridades."  

 DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário