quarta-feira, 2 de março de 2022

Bolsonaro cita possível falta de fertilizantes de potássio com guerra na Ucrânia

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou nesta quarta-feira, (02), que o Brasil pode sofrer com a falta de potássio por causa do confronto entre a Ucrânia e a Rússia. O material é fundamental para a produção de fertilizantes.

Em uma sequência de postagens no Twitter, o chefe do Executivo defendeu a mineração em áreas indígenas para diminuir a dependência do comércio internacional. 

Rússia é um dos principais produtores de potássio do mundo. A importação de fertilizantes e adubos correspondeu a 62% de todas as vendas russas ao Brasil no ano passado, totalizando US$ 3,5 bilhões, segundo dados do Ministério da Economia

“Com a guerra Rússia/Ucrânia, hoje corremos o risco da falta do potássio ou aumento do seu preço. Nossa segurança alimentar e agronegócio (Economia) exigem de nós, Executivo e Legislativo, medidas que nos permitam a não dependência externa de algo que temos em abundância”, escreveu.

Em outro trecho da postagem, Bolsonaro publicou um vídeo de 2016, quando, como deputado federal, defendeu a exploração do potássio em terras protegidas. “Em grande parte, a agricultura precisa do potássio, e somos totalmente dependentes da Rússia. Temos uma mina de potássio enorme na região do rio Madeira”, discursou em plenário.

O tema voltou a ser questionado pelo presidente. “Citei 3 problemas: ambiental, indígena e a quem pertencia o direito exploratório na foz do Rio Madeira (existem jazidas também em outras regiões do país). Nosso Projeto de Lei n° 191 de 2020, ‘permite a exploração de recursos minerais, hídricos e orgânicos em terras indígenas’. Uma vez aprovado, resolve-se um desses problemas”, afirmou. 

Fonte: Jovem Pam News

Nenhum comentário:

Postar um comentário