segunda-feira, 28 de fevereiro de 2022

POLÍCIA MILITAR ALERTA PARA A SEGURANÇA DAS CRIANÇAS NAS PRAIAS

Com o grande número de pessoas no Litoral durante o Carnaval, é necessário redobrar a atenção com a segurança das crianças para que os dias de descanso não se transformem em dor de cabeça. 

Por isso, a Polícia Militar do Paraná reforça as orientações e os cuidados que os pais e responsáveis devem adotar para prevenir imprevistos com os pequenos. 

De acordo com a comandante da Subárea de Guaratuba durante o Verão Paraná Viva a Vida 2021/2022, capitã Michele de Paula Trindade Sensolo, os cuidados devem começar já na chegada ao Litoral. 

Para ela, o primeiro passo é orientar a criança para que não fique longe dos pais ou dos responsáveis, e os tutores jamais devem desviar a atenção do que ela está fazendo, principalmente em locais mais movimentados. 

“É importante não se desligar da criança em momento algum, seja para atravessar a rua. Ou, principalmente, em ambientes públicos frequentados pela família. Por exemplo, como restaurantes ou à beira da praia, pois elas são rápidas e, num piscar de olhos, podem se perder. Roupas de banho com cores chamativas também auxiliam na localização da criança.”

IDENTIFICAÇÃO

 A PM distribui, durante toda a temporada, pulseirinhas de identificação nas praias do Litoral e locais com maior circulação de pessoas. 

Elas podem ser encontradas nos módulos móveis e viaturas. Desde o início do verão já foram entregues mais de 55 mil unidades. 

“Este serviço oferecido pela Polícia Militar e vai continuar durante todo o Carnaval. Isso porque, facilita a identificação, caso a criança venha se perder dos seus responsáveis. Nessa pulseira consta espaço para o nome e um número de telefone do tutor. É importante que ele informe o DDD para que a ligação não caia na cidade errada.”

RECOMENDAÇÕES 

Já nas faixas de areia, a recomendação é para que estejam sempre atentos às crianças, principalmente pelos riscos que o mar oferece. 

Desse modo, o ideal é buscar locais próximos a postos dos guarda-vidas, que contam com profissionais aptos a atuar rapidamente em situações de afogamentos. 

Agora, em caso de desaparecimento de crianças, os guarda-vidas também podem ajudar. 

Eles auxiliam na comunicação do fato às equipes policiais que estão no prolongamento da orla. 

Por fim, a capitã Trindade diz, ainda, que é importante os pais orientarem os filhos sobre a atuação das forças de segurança e que os policiais e os bombeiros estão ali para ajudar. 

Além disso, os responsáveis não devem deixar os pequenos sozinhos. 

Em caso de desaparecimento, é necessário procurar a PM.

Fonte: RSN

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário