sexta-feira, 15 de outubro de 2021

POLICIA PROCURA MOTO E NOTEBOOK FURTADO EM PITANGA


Essa Moto da (foto), e um Notebook foram furtados nessa manhã em Pitanga, segundo a PM, o furto foi em uma residência próximo ao Parque do Lago.

Trata-se de uma Moto CG 150 vermelha, e um Notebook Acer i3.

ENTREGA DA CADEIRA DE RODAS PARA MORADOR DE PITANGA

MANOEL RIBAS - PM LOCALIZA MUNIÇÕES E ARMAS DE FOGO

Por volta de 14:00 de ontem 14 de outubro, a equipe realizava patrulhamentos pela Localidade Rural de Rio Paciência, a fim de verificar uma denúncia qual dava conta de que havia ocorrido uma situação de ameaça por arma de fogo, conforme Boletim de Ocorrência registrado anteriormente.

Durante este patrulhamento, a equipe abordou um veículo VW/FOX, este que tinha as mesmas características da denúncia, sendo conduzido por um senhor de 53 anos, realizada revista pessoal e encontrado no bolso de sua calça 05 munições intactas CAL. 32 da marca CBC, indagado mesmo se estava com arma este relatou estar de posse de uma pistola 9mm, sendo então encontrada a mesma no assoalho atrás do motorista, arma esta municiada e alimentada com 14 munições intactas marca CBC.

Em continuidade na busca veicular foi encontrado dentro da bolsa traseira do banco do passageiro, um revólver da marca ROSSI CAL. 32 desmuniciado, capacidade para seis tiros. 

Indagado ao abordado se ele possuía documento das armas, este veio a apresentar somente registro da pistola, afirmando que o revólver não possui documento .

Diante do fato, foi dado voz de prisão ao mesmo sendo ainda perguntado se este possuía mais armas e munições em casa, ele afirmou que sim, vindo a permitir a entrada dos policiais sem nenhum tipo de coação moral ou física, sendo então feita revista no local e encontrado no quarto duas armas de fogo do tipo espingarda, sendo uma calibre 22 sem marca aparente desmuniciada e uma cal 32. 

Prosseguindo as buscas foi ainda encontrado mais dois carregadores da pistola os quais estavam municiados 01 com seis cartuchos e outro com 16 munições, encontrado também em cima da estante da sala mais 10 cartuchos intactos Cal 28, um cartucho intacto Cal. 32, 51 munições Cal 22 intactas, 04 munições Cal 32 intactas, 215 munições Cal 9mm intactas, estas que estavam dentro da maleta da pistola, que estavam atrás do armário de alimentos, todas as munições  da marca CBC. 

Sendo então apreendido as armas e munições e encaminhado juntamente com o mesmo até a Delegacia de Polícia Civil de Manoel Ribas, para a lavratura do Auto de prisão em flagrante. 

Fonte: Polícia Militar

PITANGA - CRAS FOI ARROMBADO DURANTE A NOITE

Por volta de 08h15m de hoje 15 de outubro, a Polícia Militar de Pitanga se deslocou até o CRAS do município de Pitanga, onde a solicitante relatou que ao chegar para abrir o local, notou que a porta estaria arrombada, no entanto ainda não teria adentrado para verificar se haviam furtado algo.

Com a equipe no local, a equipe juntamente com a solicitante verificaram que não estava faltando nenhum objeto até aquele momento, visto que, há sistema de alarme o que provavelmente deve ter disparado no momento em que mexeram na porta. 

Relatou a solicitante que já havia entrado em contato com a empresa responsável pelo referido alarme a fim de verificar tal fato.

No local não há câmeras de segurança e nem houve testemunhas, por isso não foi possível verificar que poderia ser possível ou possíveis autores, diante disso a solicitante foi orientada quanto as demais procedimentos.

Fonte: Polícia  Militar

IVAIPORÃ - IDOSO QUE SE ENVOLVEU EM ACIDENTE COM VEÍCULO DO IML VEIO A ÓBITO NAS ÚLTIMAS HORAS

IDOSO QUE FALECEU
Uma triste notícia mexeu com moradores do município de Ivaiporã nesta quinta-feira quando o Hospital onde o senhor Augusto Samuel da Silva de 63 anos, estava internado informou que o mesmo não resistiu vindo a óbito após 22 dias de internamento em decorrência de um acidente de transito envolvendo um veículo do IML e a carroça , qual era conduzida por ele.


IMAGEM DO ACIDENTE

O acidente que vitimou o idoso, ocorreu entre a cidade de Ivaiporã e o Distrito de Alto Porã no final do dia  21 e inicio do dia 22 de setembro, onde houve uma colisão, enquanto o IML se dirigia até o município der Nova Tebas onde havia ocorrido aquele grave acidente que tirou a vida de 04 pessoas.

Foto: Blog do Berimbau

Paraná - Mais de 750 crianças ficaram órfãs por causa da covid-19 no estado

Pelo menos 753 crianças do Paraná ficaram órfãs de um dos pais vítimas de covid-19, é o que aponta um relatório da Associação Nacional dos Registradores de Pessoas Naturais (Arpen-Brasil). Além disso, 13 pais faleceram antes do nascimento dos filhos. 

O levantamento cruzou Certidões de Nascimentos com Certidões de Óbito com base no CPF emitido pelos 525 cartórios de Registro Civil desde 2015. 

De acordo com o órgão, entre 16 de março de 2020 e 24 de setembro deste ano, oito crianças perderam pai e mãe. Para a Elizabete Regina Vedovatto, presidente do Instituto do Registro Civil das Pessoas Naturais do Estado do Paraná (Irpen/PR), os dados são importantes para que se tenha a dimensão dos fatos registrados. “Com o objetivo de minimizar os efeitos da pandemia, e para que medidas sejam tomadas”.

 BRASIL Em todo o país, ao menos 12.211 crianças de até seis anos ficaram órfãs de um dos pais vítimas do vírus. 

Conforme os dados levantados pelo órgão, 25,6% das crianças de até seis anos que perderam um dos pais na pandemia não tinham completado um ano. Já 18,2% tinham um ano, 18,2% dois anos, 14,5% três anos, 11,4% quatro anos, 7,8% tinham cinco anos e 2,5%, seis anos. 

O Paraná é o quinto Estado com maior número de órfãos nesta faixa etária, ficando atrás de São Paulo, Goiás, Rio de Janeiro e Ceará.

Fonte: Rede Sul Notícias

PITANGA - CORPO DE BOMBEIROS ATENDE ACIDENTE DE TRÂNSITO E AGRESSÃO

A equipe do Corpo de Bombeiros de Pitanga atendeu a duas ocorrências nas últimas horas, sendo estas no perímetro urbano no município de Pitanga.

O primeiro atendimento foi por volta das 10h27m da manhã de ontem (14), na Rua Orestes Ferreira, onde ocorreu um acidente de transito do tipo colisão envolvendo um veículo FORD Fiesta e uma motocicleta CG 125 FAN, sendo que, deste resultou em ferimentos de natureza leve em uma menor de 17 anos e um rapaz de 19 anos, já uma mulher de 28 anos não teve ferimentos.

Segundo caso:

O segundo caso foi uma ocorrência de agressão, qual foi necessário a solicitação a equipe para socorrer a vítima, fato este, que aconteceu na Rua Ivan Ferreira do Amaral, por volta das 18h05m onde uma mulher de 45 anos teve ferimentos leves.

Secretaria da Saúde confirma mais 1.156 casos e 52 óbitos em decorrência da Covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou nesta quinta-feira (14) mais 1.156 casos e 52 mortes em decorrência da infecção causada pelo novo coronavírus. Os casos são referentes também a meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas.

Os dados acumulados do monitoramento mostram que o Paraná soma 1.526.326 casos e 39.438 óbitos pela doença.

Os casos confirmados nesta data são de outubro (707), setembro (272), agosto (85), julho (26), junho (44), maio (13), março (4), fevereiro (4) de 2021, e novembro (1) de 2020. Os óbitos são de outubro (28), setembro (1), agosto (1), julho (1), junho (1), março (14) e fevereiro (4) de 2021; e junho (1) e dezembro (1) de 2020.

INTERNADOS –  De acordo com o boletim, 484 pacientes com diagnóstico confirmado estão internados. São 364 em leitos SUS (237 em UTIs e 127 em clínicos/enfermarias) e 120 em leitos da rede particular (61 em UTIs e 59 em clínicos/enfermarias).

Há outros 1.160 pacientes internados, 655 em leitos de UTI e 505 em enfermarias, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das rede públicas e particular e são considerados casos suspeitos.

MORTES – A Sesa informa a morte de mais 52 pacientes. São 25 mulheres e 27 homens, com idades que variam de 17 a 104 anos. Os óbitos ocorreram entre 10 de junho de 2020 e 14 de outubro de 2021.

Os pacientes que morreram residiam em Londrina (8), Curitiba (5), Cascavel (5), Foz do Iguaçu (2) e Colorado (2), além de um óbito em cada um dos seguintes municípios: Ventania, Terra Boa, São Jorge d'Oeste, Sarandi, Santa Izabel do Oeste, Quedas do Iguaçu, Porto Vitória, Ponta Grossa, Paranaguá, Moreira Sales, Marmeleiro, Marechal Cândido Rondon, Lidianópolis, Leópolis, Lapa, Ivaí, Irati, Imbituva, Ibiporã, Guapirama, Francisco Beltrão, Fazenda Rio Grande, Dois Vizinhos, Cianorte, Cerro Azul, Carambeí, Campo Magro, Campo Largo, Arapoti e Apucarana.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Secretaria da Saúde registra 6.124 casos de não residentes no Estado – 216 pessoas morreram.

Fonte: AEN/PR

Senado aprova construções às margens de rios e lagos em cidades

O Senado aprovou ontem (14) um projeto de lei (PL) que permite a regularização de edifícios às margens de rios, lagos e lagoas em áreas urbanas. O texto altera o Código Florestal, atribuindo aos municípios o dever de regulamentar as faixas de restrição à beira desses corpos d'água. O texto teve origem na Câmara dos Deputados, mas sofreu alterações no Senado e, por isso, volta para nova apreciação dos deputados. Por ser a Câmara a Casa de origem do projeto, eles decidirão se acatam ou não as alterações promovidas pelos senadores.

De acordo com o Código Florestal, as faixas às margens de rios e córregos são Áreas de Preservação Permanente (APPs), e sua extensão é determinada a partir da largura do curso d'água. Com a proposta aprovada, essa regra não será aplicada em áreas urbanas para edificações que já existam. Em vez disso, cada governo local deverá regulamentar o tamanho das faixas de preservação, devendo respeitar apenas uma distância mínima de 15 metros.

Mudança semelhante valerá para as chamadas reservas não-edificáveis, definidas pela Lei de Parcelamento do Solo Urbano, de 1979. Na atual legislação, faixas de 15 metros ao longo de águas correntes (rios e córregos) e dormentes (lagos e lagoas) não podem receber edificações. O PL também confere aos municípios a prerrogativa de tratar desse assunto.

No entanto, edificações nesses locais que tenham sido construídas até 28 de abril de 2021 ficarão dispensadas de observar as novas regras. Em vez disso, elas terão que cumprir a exigência de compensação ambiental a ser definida pelo governo local.

O relator, Eduardo Braga (MDB-AM), entende que o projeto resolve um problema nascido da criação de APPs em margens de rios, conforme consta no Código Florestal criado na década de 1960. Essa legislação tornou irregulares muitas edificações já existentes.

“O projeto é meritório e busca solução para um dos pontos mais controversos do Código Florestal: a regularização de edificações em APPs de faixas marginais de cursos hídricos em áreas urbanas. Todos os municípios brasileiros têm edificações nessa situação, pois em todos os lugares do mundo as ocupações urbanas – em sua grande maioria oriundas de vilas e aldeias que remontam há séculos – se estabeleceram inicialmente às margens de rios e córregos”.

O projeto inclui no Código Florestal a definição de "áreas urbanas consolidadas", para delimitar onde se aplicam as novas regras. De acordo com o projeto aprovado, essas áreas urbanas devem estar no plano diretor do município e devem possuir características como sistema viário, organização em quadras e lotes, rede de abastecimento de água, rede de esgoto e serviço de coleta de lixo.

Fonte: Agência EBC

No dia do Professor vamos falar sobre como a criatividade e paciência são fundamentais na educação infantil

A professora Maria Deusivane Leite Figueiredo, de 45 anos, diz que a vontade de ser professora começou na infância, por admirar o papel do profissional. Mas, devido à necessidade financeira, começou a trabalhar cedo em empresa, o que a levou a fazer a primeira faculdade, de administração de empresas. Ela ficou na área por 15 anos. 

“Comecei a questionar o que queria realmente para minha vida e resolvi realizar meu sonho de criança: fazer pedagogia. Fui muito criticada pelos colegas, pois já ocupava cargo de confiança na empresa. E então comecei a trabalhar profissionalmente com crianças, mas já realizava trabalhos voluntários com os pequenos”. 

A escolha que a levou a trabalhar com essa faixa etária é “o amor pela educação. Estou sempre lendo, realizando cursos e procurando melhorar a minha prática, pois tenho consciência da importância do meu papel na vida dos meus pequenos alunos”, relata Maria, que leciona há 13 anos. Atualmente, ela dá aulas para uma turma de Jardim II, com crianças entre cinco e seis anos. 

A professora Maria Adalgiza Nogueira de Lima, de 58 anos, escolheu a profissão quando tinha filhos pequenos. “A minha vontade de fazer pedagogia não foi um sonho, foi de repente: eu tinha meus filhos pequenos, o mais novo estava entrando na educação infantil, eu estava me vendo em casa, sem fazer nada e fui fazer o magistério. Aí me apaixonei. Comecei dar aula na rede estadual e depois fui fazer o curso superior de pedagogia”.

A escolha de trabalhar com os pequenos vem do carinho que eles devolvem para a professora. “Eu trabalho na educação infantil porque as crianças são a inocência, né? E é tudo feito com muito carinho, eles não fazem nada por interesse, eles gostam da gente porque gostam mesmo e me dá muita força trabalhar com eles. Eu me sinto muito bem, eu amo estar perto deles”, conta a professora, mais conhecida como Giza. Atualmente, ela dá aulas para uma turma de maternal, com crianças entre dois e três anos. 

As duas trabalham em uma escola particular, especializada em educação infantil, na Mooca, zona leste de São Paulo. A professora Maria afirma que trabalhar com educação infantil é recompensador. “A alegria e a energia que eles transmitem são revigorantes! As crianças estão se desenvolvendo e têm muita vontade de aprender. Acredito que meu papel não é transmitir apenas os conteúdos programados, mas sim trabalhar a escuta e descobrir o que eles têm interesse em aprender. Quando questionamos as crianças e elas percebem o nosso interesse no que sentem, no que querem, elas se envolvem muito mais no aprendizado”. 

Apesar do retorno das crianças, Maria, que tem especialização em psicopedagogia, lamenta que a educação infantil não seja tão valorizada.  “O que sinto de pior na educação infantil é o descaso de governantes em não valorizar o profissional dessa área e profissionais que não se preparam para essa tarefa tão importante”.

A opinião é compartilhada pela colega de profissão. “A pior parte mesmo é a desvalorização em si. Não só do professor da educação infantil, como de todas as séries”, diz a professora Giza. 

A educação infantil é a primeira etapa da educação básica e abrange a creche e a pré-escola para as crianças de zero a cinco anos. As outras fases do ensino básico são o fundamental, dos seis aos 14 anos, e o ensino médio, dos 15 aos 17. 

Os municípios são responsáveis por fornecer a educação infantil, ou seja, creches para crianças até três anos e pré-escolas, para crianças de quatro e cinco anos. 

Educação e cuidado

O cotidiano de uma professora da educação infantil pode exigir muito mais do que ensinar: o cuidar e o educar tornam-se indissociáveis em sua rotina. 

“Não dá para separar, na educação infantil, o que é cuidado e o que é educação. A professora de educação infantil tem a obrigação de cuidar das crianças. Seja trocar a fralda, seja limpar o nariz, seja acalmar quando entram em desespero. Não tem como separar. Isso a gente não aprende na faculdade, mas só fica na educação infantil quem realmente tem o dom de trabalhar com criança”, detalha a pedadoga Roberta Azevedo, de 49 anos. Ela é coordenadora da etapa de educação infantil de uma escola, também da zona leste da capital paulista.

“O cuidar está inserido na educação, não devemos separar, pois faz parte.  Por meio do cuidado, transmitimos afeto, carinho. A criança sente segurança quando o professor que ensina também está ali cuidando do seu bem-estar”, completa a professora Maria.

Ainda assim, Roberta frisa que a função da professora de educação Infantil não é apenas de cuidadora. “O pior é a falta de reconhecimento dos familiares, da sociedade, eles veem você como uma babá. Então, muitas vezes eles não querem saber se a criança está aprendendo: eles deixando a criança e você cuidando dela é o que importa. E todo mundo sabe que essa não é a função da professora infantil. Tem a parte do acolhimento, tem sim, mas tem a parte do primeiro contato com conteúdos que vão ser usados pela vida inteira. E isso é gratificante”, pondera a pedagoga, com especialização em neuropedagogia.

Planejamento

Planejar as aulas e atividades para as crianças pequenas exige envolvimento do professor, diz a psicopedagoga Sueli Bravi Conte, diretora de um colégio com unidades em São Paulo e Indaiatuba.

“É preciso muito envolvimento por parte do profissional, porque pode ser que dentro daquilo que foi planejado seja necessário fazer alguma adaptação ou mudança de estratégia. Porém, quando a gente gosta de trabalhar com criança pequena, o planejamento é feito com muito gosto, com uma garra muito grande, pois você vê o fruto desse esforço no final. O mais importante é trabalhar o lúdico. A criança precisa vivenciar o que estamos explicando. Ver o aluno desenvolver aquilo que foi planejado é incrível”.

A pedagoga Roberta Azevedo concorda com Sueli Conte. “O planejamento de atividades para crianças de educação infantil exige muito do profissional, porque não é o conteúdo que você tem que passar, ele pode ser o mais simples possível, o que realmente importa é a estratégia que você vai usar. Eles têm pouca abstração, tudo precisa ser muito no concreto, seja uma história, seja um conteúdo, qualquer coisa, eles só conseguem absorver e internalizar se tiverem recurso visual, recurso auditivo e muita paciência por parte da professora”.

Maria se utiliza da escuta para planejar as aulas. “É essencial escutar o que essas crianças trazem e, para isso, a roda de conversa deve ser constante nessa prática. Muitas vezes, a escuta é na observação das brincadeiras, os comportamentos que devem ser trabalhados, as dificuldades que estão apresentando, pois todos esses fatores devem estar presentes no momento do planejar”.

A professora Giza conta que gosta de trabalhar com diversos materiais e usa a criatividade para isso. “Quanto ao planejamento de aula para os pequenos, eu me divirto muito. Porque sou uma uma professora que gosta de muitas brincadeiras, de inventar coisas diferentes, de trabalhar com materiais recicláveis, então para mim se torna bem mais fácil, eu amo fazer isso”.

Ensino online

O Ensino a Distância (EaD) já era uma modalidade consolidada para estudantes jovens e adultos quando a pandemia de covid-19 chegou, mas para crianças e professores da educação infantil, ensinar e aprender a distância, por meio das telas da aula online, foi um desafio, lembra a professora Maria. 

“Foi desafiador! Para essa faixa etária, não é adequada a exposição às telas, mas era a única forma de estarmos com as crianças. Foi necessária muita pesquisa, muito criatividade, muito empenho para tornar as aulas atrativas. Aprendi a utilizar vários aplicativos que foram importantes para a montagem das aulas online. Um recurso que utilizei foi fazer perguntas, e os pais interagiam muito, respondendo aos meus questionamentos. Gostei da experiência, mas nada se compara às aulas presenciais!”

Para as crianças do maternal, foi mais complicado ainda, recorda a professora Giza. “A educação online com os pequenos foi bem difícil, porque eles não interagem da maneira como o professor está esperando. Então, você monta uma aula e, de repente, tem que mudar tudo porque um dia a criança tinha interesse, no outro não. Eu abria a aula online, tinha o foco daquela aula, só que às vezes a criança não estava nem aí e você ia levando a aula. Tentávamos trabalhar online mais a socialização, a conversa entre eles e com a gente, para que a criança não perdesse aquele elo com o professor”. 

A psicopedagoga Sueli Conte afirma que o o período de aulas online gerou a oportunidade de valorização do professor por parte das famílias.

“Os pais das crianças pequenas sempre enxergaram a ida para a escola apenas como entretenimento. Seus filhos estavam indo apenas brincar. Porém, aquele brincar na escola era lúdico e pedagógico. Com as aulas online, as famílias precisaram se envolver diretamente, ligando o computador e participando efetivamente das atividades com essas crianças menores. Aí eles viram qual é a realidade do professor na educação infantil e quais os fundamentos por trás daquele brincar, quais métodos eram utilizados para conseguir atrair a atenção das crianças. A pandemia mostrou o quanto o professor deve ser valorizado e agora vejo os pais muito unidos aos professores e aos seus filhos”. 

Conselho

Formada em 1969 pelo extinto Curso Normal (também chamado de magistério), a psicóloga e pedagoga Sueli Conte aconselha a quem quer seguir a carreira de professor e professora de educação infantil a praticar. 

“Não adianta pensar que, pelo fato de estar formada, não há necessidade de praticar a profissão. Inclusive, minha orientação é começar a carreira como auxiliar. Nessa atividade, a auxiliar aprende, observa o dia a dia do professor, é possível ver defeitos e, claro, as grandes qualidades que existem nessa atividade. É uma maneira de vivenciar onde você não pode errar na profissão. Quando esse professor for chamado para assumir uma sala de aula, ele já tem um preparo real e não apenas teórico, presente em qualquer livro ou site”. 

Na opinião da pedagoga Roberta Azevedo, para trabalhar na educação infantil é preciso ter dom. “Mas isso você não constrói, isso já nasce com a pessoa. Então, precisa descobrir o seu dom para ver se você realmente tem condições de ser feliz trabalhando na educação infantil”. 

Para ela, o extinto curso do magistério era importante para a formação do professor de educação infantil. “Infelizmente, com o término do magistério, talvez a maioria das professoras não saiba trabalhar. O curso que realmente ensinava a trabalhar era o magistério, mas ele foi extinto”, lamenta.

Maria aconselha às professoras que estão começando agora a ter a educação infantil como ideal de vida. “Entendam a importância do papel do professor na vida da criança. Se esforcem para serem bons exemplos. Quando assumimos nossa função com amor e alegria, as crianças sentem, o retorno é muito bom e o aprendizado se torna prazeroso. Estudem, pois somos eternos aprendizes!”

A professora Giza ressalta que é preciso ter muita paciência. “Essas professoras têm que se conscientizar que precisarão de muita paciência, porque a criança a cada dia está de uma maneira, então você tem que tentar entender cada uma delas no seu dia.  E criatividade, que é tudo para ser um professor de educação infantil, mesmo porque a criança se dispersa muito rápido. Você precisa ter sempre uma carta na manga, eles se dispersam em cinco minutos e você já tem que ter outra coisa para chamar a atenção. Então é isso, paciência e muita criatividade”, sugere. 

Explosão em mesquita xiita deixa pelo menos sete mortos em Kandahar

 Pelo menos sete pessoas morreram e 13 ficaram feridas em uma explosão ocorrida hoje (15) numa mesquita xiita da cidade de Kandahar, no sul do Afeganistão, segundo fonte médica.

"Até agora, sete mortos e 13 feridos foram trazidos para o nosso hospital", disse à agência France Presse um médico do Hospital Central de Kandahar, que não quis ser identificado.

A explosão atingiu o local de culto xiita, situado no centro da cidade, quando se realizava a oração principal da semana, a de sexta-feira, à qual assiste geralmente um grande número de fiéis, disse Bilal Karimi, um porta-voz dos talibãs.

Uma testemunha que não quis ser identificada contou à AFP ter ouvido três explosões, uma na porta principal da mesquita, outra no seu lado sul e a última na área onde os crentes vão fazer a ablução (rito de purificação).

Dezoito ambulâncias se deslocaram para o local, e as forças de segurança talibãs foram destacadas para a região da mesquita, cujo acesso foi bloqueado.

A explosão na mesquita Fatemieh, também conhecida como Imã Bargah, ocorre exatamente uma semana após um atentado suicida contra uma mesquita xiita em Kunduz (nordeste), reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico e que causou dezenas de mortes

Fonte: Agência EBC

quinta-feira, 14 de outubro de 2021

LUTO EM PITANGA E PALMITAL - GERENTE DA COMERCIAL IVAIPORÂ JULIANO AMILTON FALECEU VITIMA DE COVID 19


Juliano Amilton tem 33 anos, foi gerente da Comercial Ivaiporâ de Pitanga por alguns anos, atualmente trabalhava na região de Campo Mourão, Juliano é casado com a Pitanguese Tiarla e tem filhos.

Juliano é natural de Palmital, fez carreira na comercial Ivaiporã e tinha um futuro promissor. 

O Covid foi cruel, atingiu vários órgãos, Juliano foi intubado e precisava que o pulmão reagisse, mas na manhã de hoje (14), a triste noticia chegou.

Muitas pessoas fizeram campanhas de Oração, todos torciam muito por ele, mas lamentavelmente ele não resistiu.


Nossos sinceros pesames a família. 



IDOSO CAIU NO GOLPE DA TRANSFERÊNCIA BANCÁRIA

Por volta das 11h30min do dia 13 de outubro, compareceu no destacamento de Polícia Militar de CANDOI, um senhor de 69 anos , o qual relatou que uma pessoa se passou por sua filha e pediu para fazer uma transferência de R$ 14.997,00, para pagar uma conta e em seguida pediu para fazer outra no valor de R$ 19.000,00.

Informa que o indivíduo disse que tinha deixado seu celular na assistência técnica e estava com outro aparelho, que este não estava cadastrado no banco, por isso não conseguia realizar os pagamentos, então solicitante realizou as transferências. 

Diante dos fatos coube as devidas orientações dos procedimentos cabíveis.

Fonte: Polícia Militar

HOMEM FEZ SIMULAÇÃO DE EMPRÉSTIMO EM APLICATIVO E EM SEGUIDA ACABAOU CAINDO EM UM GOLPE

 OUTRA OCORRENCIA - 

Por volta das 08h do dia 13 de outubro de 2021, compareceu no destacamento de Polícia Militar de Candói o solicitante de 32 anos , o qual relatou que entrou no app de um referido Banco e fez uma simulação de empréstimo e logo em seguida uma financeira entrou em contato com ele, dizendo que era responsável para dar continuidade no atendimento referente a simulação de crédito que ele havia feito no app do Banco e pediu para que mandasse os documentos pessoais, feito isso mandaram um contrato para que preenchesse com seus dados pessoais, assinasse e enviasse novamente.

Relatou ainda que pediram para pagar os custos notariais no valor de R$ 290,00. Que após o pagamento pediram para comprar uma carta de crédito para aumentar o escore e liberar a transferência, foi nesse momento que percebeu que era um golpe. 

Diante dos fatos coube as devidas orientações.

Fonte: Polícia Militar

TURVO - APÓS DENÚNCIAS POLÍCIA LOGROU ÊXITO NA RECUPERAÇÃO DE MOTO FURTADA

Ontem, dia 13 de outubro por volta de 16h30min a equipe de Polícia Militar de Turvo recebeu ligação anônima, qual dava conta de que dois indivíduos, estariam em atitude suspeita e com uma motocicleta vermelha em uma mata. Relatava também ,que um deles seria a pessoa suspeita de ter furtado uma motocicleta na data de 09/10/2021. 

Deslocado ao local, onde no momento em que a equipe se aproximava foram visualizados dois indivíduos saindo da área de mata fechada sem perceberem a presença da equipe PM. 

Feito buscas nas proximidades de onde ambos saíram foi visualizado em meio a arbustos uma motocicleta vermelha sem a placa de identificação, mas com as mesmas características da moto furtada dias antes sendo esta da marca Yamaha modelo XTZ, através de consulta ao chassi foi confirmado ser a motocicleta furtada. 

Com apoio de outra equipe policial, os quais deslocaram sentido a residência do suspeito sendo logrado êxito na abordagem dos dois indivíduos. Em busca pessoal, nada de ilícito encontrado. 

Identificados os autores sendo dois jovens de 19 e 20 anos, ambos moradores do bairro Industrial em Guarapuava, mas que estariam passando uns dias na cidade de Turvo. 

Diante dos fatos, dado voz de prisão aos dois indivíduos e conduzidos até a delegacia, juntamente com a motocicleta recuperada.

Fonte: Polícia Militar

GUARAPUAVA - HOMEM TEVE SEU VEÍCULO FURTADO ENQUANTO PAROU PARA PEGAR UM LANCHE

No dia 13 de outubro por volta de 20h00min uma ocorrência mobilizou a Polícia Militar na Rodovia BR 277, Km 349 - Alto Cascavel, onde o solicitante de 58 anos, informou que teve seu veiculo GM Corsa (camionete) furtado. 

No local, em contato com a vítima, este relatou que parou no restaurante, para pegar um lanche e ao retornar notou que seu veículo, GM Corsa, de placas AKW-0971, havia sido furtado. 

Realizado patrulhamento e nada localizado, orientado a vítima quanto aos procedimentos cabíveis.

Fonte: Polícia Militar

DOIS DESAPARECIMENTOS DE PESSOA FORAM REGISTRADOS NAS ÚLTIMAS HORAS NA REGIÃO

VALDINEI FAJARDO
Familiares do pitanguense Valdinei Lopes Fajardo estão angustiados na busca de notícias do rapaz que saiu de Pitanga no último final de semana para ir em busca de trabalho na cidade de Maringá e até o presente momento não deu notícias.

Segundo informações de um familiar divulgada nas redes sociais o rapaz está passando por um quadro depressivo e isso faz com que familiares fiquem ainda mais preocupados.

Caso alguém viu, veja esta pessoa, ou tenha alguma informação, favor entrar em contato com a Polícia Militar, ou com familiares (42) 9 9940-8544.

Segundo caso de desaparecimento: 

Uma mulher procurou a Polícia Militar de Santa Maria do Oeste para registrar o desaparecimento de seu filho que saiu da cidade de Cascavel com destino a Santa Maria do Oeste, porém não chegou na cidade e nem deu notícias.

O rapaz se chama Adilson dos Santos, filho da senhora Eunice Maria de Lima dos Santos e está muito preocupada com a falta de notícias do filho.

Qualquer informação favor entrar em contato com a Polícia Militar pelo 190.



Seleção Brasileira enfrenta hoje o Uruguai buscando virtual classificação para Copa

 Seja lá o que acontecer ao final do duelo diante do Uruguai, marcado para as 21h30 (horário de Brasília) desta quinta-feira (14), o Brasil não estará classificado à Copa do Mundo de 2022 (Catar). Porém, o resultado do confronto na Arena da Amazônia, em Manaus, pode representar, extraoficialmente, a confirmação da vaga. Se vencer, a seleção chegará a 31 pontos. Nunca uma equipe que tenha somado ao menos 30 pontos nas Eliminatórias Sul-Americanas ficou de fora de uma edição do Mundial.

Mudanças na escalação

Para o confronto diante dos uruguaios, o técnico Tite esboçou diversas mudanças em relação ao time que começou a partida contra a Colômbia, no último domingo (10), quando a seleção perdeu os 100% de aproveitamento ao empatar por 0 a 0. O técnico testou a movimentação de duas formações com dez jogadores de linha cada. Se mantiver essa tendência de distribuição, o time titular teria cinco alterações. Primeiro sairiam os defensores Danilo, Marquinhos e Éder Militão [que é ausência certa por conta de uma lesão na coxa direita], substituídos por Emerson Royal, Thiago Silva e Lucas Veríssimo. No gol Alisson daria lugar a Ederson. Enquanto no ataque Gabriel Barbosa perderia a vaga para Raphinha.

O jogador do Leeds, por sinal, foi um dos destaques da equipe nas duas últimas apresentações, diante de Venezuela e Colômbia. Ele tem agradado o técnico Tite, que procura pelos melhores parceiros para Neymar.

Cobrança no Uruguai

Pelo lado do Uruguai, o momento é de cobrança, já que a equipe teve atuação irreconhecível na derrota por 3 a 0 para a Argentina, também no último domingo. Atualmente, a Celeste é a quarta colocada nas Eliminatórias, posição que asseguraria a última das quatro vagas diretas do continente para a Copa de 2022. No entanto, com 16 pontos em 11 jogos, e aproveitamento abaixo de 50% na competição, as performances uruguaias não têm gerado confiança nos torcedores.

Para o duelo com o Brasil, Óscar Tabárez deve promover o retorno do astro Edinson Cavani à equipe titular, para retomar a dupla com Luis Suárez. Por outro lado, ele não contará mais uma vez com Giorgian De Arrascaeta. O jogador do Flamengo se lesionou na partida contra a Colômbia, na última quinta-feira (7).

No primeiro turno, o Brasil foi até Montevidéu e venceu o Uruguai por 2 a 0, gols de Arthur e Richarlison.

Fonte: Agência EBC

Futuro da energia: nuclear, eólica e solar para diversificar matriz

Angra 1, primeira usina nuclear brasileira, entrou em operação em 1985 e Angra 2 começou a funcionar em 2001. Ao todo, a energia gerada pelas duas usinas abastece uma região com cerca de 3 milhões de pessoas, o equivalente às populações de Belo Horizonte e de Vitória juntas.

As vantagens da energia nuclear são: o custo mais barato se comparado com as termoelétricas e ausência de riscos relacionados com os problemas climáticos, como ocorre com as hidroelétricas. “As usinas nucleares geram energia o tempo todo ao longo do ano e não dependem de fatores naturais. A crise hídrica mostrou em 2001 a importância da energia nuclear quando entrou em operação Angra 2, coincidentemente no final de 2000, início de 2001. Agora, nesse momento, uma entrada de Angra 3 seria muito positiva para a gestão da crise”, disse o presidente da Eletronuclear, Leonam Guimarães.
 
Cerca de 70% das obras civis de Angra 3 foram concluídas e 75% dos equipamentos da usina, comprados. Eles estão armazenados em 37 galpões. São cerca de 10 mil itens que passam permanentemente por um processo de manutenção. A expectativa é de que a retomada da construção da usina ocorra ainda este ano. De acordo com a previsão da Eletronuclear, Angra 3 entrará em operação em 2026. Ela vai gerar para energia suficiente para abastecer 4,5 milhões de brasileiros, o que representa 60% dos habitantes do Rio de Janeiro.

“A retomada da obra está a pleno vapor. Já foi realizado um processo licitatório para contratação da obra civil, A expectativa é de assinar esse contrato ainda em outubro. É uma obra importante que vai gerar até 10 mil empregos diretos”, disse diretor técnico da Eletronuclear, Ricardo Santos.


Eólica e solar

Além da retomada da construção de Angra 3, o governo federal também está investindo em outras fontes de energia, como a eólica e a solar. Segundo o Ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, o objetivo é aumentar a diversificação da matriz energética brasileira. Atualmente, 60% da energia utilizada no país vem das hidrelétricas. Bento Albuquerque acredita que, em 2030, esta dependência vai ser reduzida para, no máximo, 49%. 

“Teremos também mais usinas nucleares entrando em operação, o que é importantíssimo, porque ela gera continuamente e é uma energia limpa. E também o crescimento da geração de energia eólica e fotovoltaica. Também estão sendo desenvolvidas tecnologias para armazenar energia gerada durante o dia, por exemplo, pela energia solar ou quando está ventando, para que ela possa ser utilizada em momentos em que não há luz e não há vento e possa manter o equilíbrio do sistema”, disse o ministro.

A energia eólica é responsável por quase 11% do consumo brasileiro e deve chegar a 13,6% em 2025. Já a solar representa 2% da matriz energética do país e deve encerrar este ano perto dos 3%. O professor de planejamento energético do Instituto Alberto Luiz Coimbra de Pós-Graduação e Pesquisa de Engenharia, da Universidade Federal do Rio de Janeiro (Coppe/UFRJ), Marcos Freitas, defende a intensificação de projetos voltados para a energia eólica. 

“Com mais de 20 gigas, a energia eólica já se mostra como uma realidade. O Nordeste passou a virar um exportador de energia em função da eólica e ainda tem um potencial muito grande que não foi ainda utilizado”. 

Biogás

Novas fontes de geração de energia também são desenvolvidas nos laboratórios da hidrelétrica de Itaipu. Um dos projetos está relacionado com a produção do biogás. Uma parceria firmada com produtores rurais do oeste do Paraná está permitindo gerar energia com os dejetos de animais.

Na granja Colombari os dejetos de 5 mil porcos e de 300 bois são colocados em biodigestores, equipamentos que lembram uma grande estufa. O material entra em decomposição e 30 dias depois produz um gás que movimenta um gerador que distribui a energia fabricada na própria fazenda. 

“A fazenda utilizava cerca de 2 mil litros de diesel antes do biogás. A nova fonte, além de atender a nossa necessidade energética, reduziu nosso passivo ambiental, melhorou a qualidade do dejeto que, após a digestão, ele se torna um produto de grande valor para nossas pastagens”, disse o produtor rural Pedro Colombari.

Diversificação

Todo o projeto do biogás é acompanhado por estudos em laboratório. As pesquisas já mostraram que existem pelo menos 250 fontes que podem ser utilizadas para gerar o biogás. Para o professor da Coppe/UFRJ Mauricio Tolmasquin, a diversificação da matriz energética é fundamental para garantir a segurança do setor.

“Nos últimos 20 anos, já houve uma grande diversificação com a redução do papel da hidrelétrica e o aumento do papel da eólica, do bagaço da cana-de-açúcar, da energia solar, as térmicas também cresceram. E isso é importante para a segurança [energética]. Agora, é importante continuar com essa diversificação. As fontes renováveis podem ter um papel ainda maior na matriz elétrica nacional”.

Fonte: Agência EBC

Senado aprova medidas de proteção a vítimas de violência doméstica

O Senado aprovou ontem (13) um projeto de lei (PL) que amplia a proteção à vítimas de violência doméstica e familiar. Dentre as medidas previstas no PL, estão alterações no texto do Código Penal e a previsão de prisão preventiva sem a necessidade de ouvir os envolvidos, caso haja necessidade de proteger possíveis vítimas. O PL  será analisado pela Câmara dos Deputados.

O PL 4.194 de 2019 sugere alterações nos códigos Penal e Processual Penal, em trechos relativos à violência familiar e doméstica. A primeira alteração está no § 9º do art. 129 do Código Penal, trocando o nome legal (nomen iuris) de “Violência Doméstica” para “Lesão resultante de violência doméstica e familiar”. O projeto adiciona também ao §13 a nomenclatura “Lesão corporal resultante de violência contra a mulher”.

Além disso, no caso dos crimes de violência doméstica e familiar, o projeto propõe que as medidas cautelares de urgência, como prisão preventiva, possam ser concedidas de imediato, mesmo sem audiência das partes e de manifestação do Ministério Público. O Código de Processo Penal já confere ao julgador a opção de adotar medidas cautelares sem audiência das partes ou manifestação do Ministério Público, em casos de urgência ou perigo de ineficácia da medida. O projeto deixa expressa a possibilidade de uso deste instrumento em casos de violência familiar e doméstica.

O relator do texto, Veneziano Vital do Rêgo (MDB-PB), fez uma alteração para reforçar a proteção, com prisão preventiva do agressor, a todas as possíveis vítimas em um contexto doméstico e familiar. Para tanto, adicionou a expressão “ou qualquer pessoa que conviva ou tenha convivido com o agente”. O texto vigente restringe a possibilidade aos casos que tiverem “mulher, criança, adolescente, idoso, enfermo ou pessoa com deficiência” como vítimas.

Fonte: Agência EBC

quarta-feira, 13 de outubro de 2021

VEJA AS OFERTAS DA SOFA SHOP DE PITANGA

MANOEL RIBAS - POLÍCIA RECEBE UMA LIGAÇÃO COM PEDIDO DE SOCORRO DE UMA PESSOA QUE ESTARIA SENDO AGREDIDA NAQUELE EXATO MOMENTO

Uma ligação recebida pela Polícia Militar e Manoel Ribas chamou a atenção da equipe, pois do outro lado da linha uma pessoa gritava por socorro relatando que estaria sendo agredida.

Diante do fato, a equipe deslocou-se de imediato até o Bairro Chapéu de Couro onde estaria ocorrendo a situação, no local, a solicitante acionou para a viatura que prontamente parou e constatou o fato quando a mesma relatou que estaria em via pública, momento em que teria se desentendido com uma menos, esta que é sua enteada e um homem veio a intervir na briga das menores e veio a agredir uma delas com um pranchaço de facão no pescoço.

De acordo com as informações coletadas, a equipe deslocou-se até a residência do agressor, onde realizou buscas, porém sem êxito na localização do mesmo.

Neste momento a menor foi encaminhada pela equipe até o Hospital Municipal para a realização do laudo de lesões corporais e também acionou o Conselho Tutelar para acompanhar o fato, visto que a mãe da menor estava trabalhando.

Já na presença na presença das conselheiras a menor, que por vários momento se mostrou mal educada, agressiva e inquieta, veio a tentar agredir a conselheira, sendo necessário a intervenção do policiais, visando manter a integridade física de ambos, em seguida a mãe da menor compareceu no local para acompanhar toda a situação. 

Em seguida foi deslocado até o Destacamento de Polícia Militar a fim de realizar a lavratura do Boletim de Ocorrência e as providências posteriores.

Fonte: Polícia Militar

PITANGA - INFRAÇÃO DE TRÂNSITO FOI REGISTRADA PELA POLÍCIA MILITAR

Por volta de 18:00h de ontem, 12 de outubro, a equipe de Polícia Militar realizava patrulhamentos pelas ruas da cidade de Pitanga, quando em certo ponto avistou uma motocicleta  CG transitando pela via, onde ao avistar a viatura o condutor demonstrou certo nervosismo, de imediato a equipe deu sinal de  abordagem com sinais sonoros e luminosos, porém o mesmo desobedeceu as ordens e empreendeu fuga, sendo acompanhado pela equipe em cerca de 4 KM , sendo que, em todo o percurso o condutor desrespeitou as placas preferenciais e de parada, colocando sua vida e da passageira em risco a qual por diversas vezes quase veio a cair da garupa e também por diversas vezes a motocicleta quase colidiu com outros veículos.

Toda a situação ocorreu até a estrada rural da Saída para o Rio do Meio, onde a equipe logrou êxito na abordagem da moto e identificou o condutor qual não possui CNH e sua passageira se tratava de uma menor de 16 anos.

Diante dos fatos, a moto foi apreendida e recolhida ao pátio da 3ª CIA, sendo lavradas as notificações pertinentes ao fato.

Fonte: Polícia Militar

Síndrome de Havana é detectada na embaixada dos EUA na Colômbia

 Autoridades norte-americanas investigam eventuais casos da síndrome de Havana na embaixada em Bogotá, dias antes da visita do secretário de Estado, Antony Blinken, à Colômbia.

Mais de uma dúzia de funcionários da embaixada apresentam sintomas semelhantes aos da síndrome de Havana; vertigens súbitas, náuseas, dores de cabeça e no pescoço e falta de concentração.

Alguns tiveram de ser retirados da Colômbia, incluindo uma família com um menor, afirmou uma fonte do Departamento de Estado à CNN. Os norte-americanos afetados pela doença, a maioria funcionários da CIA, descrevem um som intenso e doloroso nos ouvidos. Alguns, dos cerca de 200, ficaram com tonturas e fadiga durante meses.

Nessa terça-feira (12), o jornal norte-americano Wall Street Journal mostrou, pela primeira vez, e-mails enviados pelo embaixador norte-americano em Havana, Philip Goldberg, que confirmam uma “série de problemas de saúde inexplicáveis” ou UHLs – o termo usado para a síndrome de Havana pelo governo dos Estados Unidos (EUA) – desde meados de setembro.

O presidente colombiano, Iván Duque, afirmou ao New York Times que o seu país investiga a situação, frisando que os EUA coordenam o inquérito.

Na sexta-feira (8), foram também registrados casos da síndrome de Havana na embaixada norte-americana em Berlim.

Em agosto, a vice-presidente dos EUA, Kamala Harris, adiou uma viagem ao Vietnam, depois de dois funcionários norte-americanos terem sido retirados do país após adoecerem. À época, não foi confirmado se se tratava de casos da síndrome de Havana. O presidente Joe Biden afirmou que quer encontrar a causa e o responsável pela doença. Ele assinou uma lei que autoriza as chefias da CIA e do Departamento de Estado a fornecer compensação financeira aos funcionários do governo dos EUA que sejam afetados pela síndrome.

À BBC, um funcionário do Departamento de Estado recusou-se a confirmar os relatórios. Afirmou, em comunicado, que estão sendo investigados rigorosamente os relatos de AHLs, onde quer que sejam apresentados, e que o órgão trabalha ativamente para identificar a causa do problema, atribuído a um estrangeiro.

Síndrome de Havana

A síndrome de Havana foi noticiada entre 2016 e 2017, quando funcionários da embaixada dos Estados Unidos na capital cubana começaram a apresentar um estranho conjunto de sintomas e sinais clínicos.

A situação levou ao fechamento quase total da embaixada, dois anos após a reabertura durante a administração de Barack Obama, numa tentativa de reaproximação com o governo de Raúl Castro.

Na época, as autoridades norte-americanas aconselharam os cidadãos a não viajar para Cuba e suspenderam a emissão de vistos na embaixada em Havana.

Fonte: Agência EBC

PREVISÃO DO TEMPO - CHUVAS E ALERTA DE TEMPORAIS PARA VÁRIAS CIDADES DO ESTADO DO PARANÁ; EM PITANGA E REGIÃO TAMBÉM HAVERÁ MUDANÇA NO TEMPO NESTA QUINTA-FEIRA

Para os agricultores que estão colocando o plantio em dia ou aquele que aproveitaram o sol d4e hoje para colheita de trigo e as donas de casa que aproveitam para levar as roupas, o alerta é aproveitem o sol desta quarta-feira porque amanhã o tempo deve mudar. 

De acordo com  a previsão do Simepar deve voltar a chover em várias cidades do estado do Paraná até o fim desta semana.

Segundo o instituto, apesar dos dados meteorológicos estarem apontando para uma quarta-feira com tempo seco e calor em várias cidades, especialmente nas regiões norte, noroeste e oeste do Paraná, ,a partir de amanhã quinta-feira (14), as chuvas devem voltar.

E há um alerta para que  na quinta e na sexta-feira (15), hajam temporais mais intensos, já para o sábado a possibilidade é de chuvas mais fracas.

Para o domingo (17), a previsão é que as temperaturas caiam, com máximas próximas dos 20ºC.

Em Pitanga e região a previsão para esta quarta-feira é de sol com muitas nuvens durante o dia, com períodos de nublado e chuva a qualquer hora, a probabilidade de chuva é de 90 % e deverá chover 20mm.

Já a sexta-feira deverá ser chuvosa durante o dia e a noite com previsão de 30mm de chuva e para o sábado , sol com muitas nuvens e pancadas de chuva a tarde e a noite, e previsão de apenas 5mm.

Já para o domingo a previsão é de chuva durante todo o dia e um volume de 12mm. 

A temperatura mínima deve ficar em média de 12 graus para amanhã e 15 para domingo e as máximas devem oscilar entre 19 e 26 graus.

IVAIPORÃ - MULHER MANTINHA MARIDO EM CÁRCERE PRIVADO, FAZIA AMEAÇAS E O AGREDIA

Eram por volta das 21:00h da última segunda-feira (11) a Polícia Militar de Ivaiporã foi acionada para averiguar uma situação de cárcere privado contra um homem.

No local, a vítima relatou aos policiais que sua esposa também fazia ameaças de morte e o agredia, visto que, o mesmo estava com as pernas quebradas e que não conseguia se defender.
Diante da presença dos policiais no local, foi possível constatar que a mulher encontrava-se bem alterada, onde desacatou os policiais e ainda fez ameaças de morte ao marido e ainda desferiu chutes na perna do homem em frente a equipe policial.
Perante tal situação, a equipe PM deu voz de prisão à mulher, a qual ainda resistiu à prisão, sendo necessário uso de algemas para preservar a integridade física da mesma, como t5ambém dos policiais.

A Mulher foi conduzida ao hospital municipal para o exame da Covid-19 e em seguida à 54ª Delegacia Regional de Polícia (DRP) de Ivaiporã para as providências cabíveis.

Fonte: Polícia Militar

154,4 mil vacinas contra a Covid-19 chegaram ao Paraná

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) recebeu nesta segunda-feira (11) mais 154.440 vacinas contra a Covid-19 da Pfizer/BioNTech. A nova remessa desembarcou no Aeroporto Internacional Afonso Pena, em São José dos Pinhais, às 15h30, e faz parte da 58ª pauta de distribuição do Ministério da Saúde.

Desse total, 135.837 são destinadas para segundas doses (D2) da população em geral de 18 a 59, referente à 39ª pauta, 2.802 para primeiras doses (D1) de adolescentes indígenas e 15.801 (10%) vão para reserva técnica. Além dos imunizantes, o Governo do Estado também recebe 2.704.400 seringas descartáveis de 3ml com agulha 23Gx1.

Os lotes foram encaminhados para o Centro de Medicamentos do Paraná (Cemepar), em Curitiba, onde serão conferidos e armazenados. A previsão é que sejam distribuídos às Regionais de Saúde nesta quarta-feira (13).

O Paraná já aplicou 14.254.610 vacinas contra a Covid-19, sendo 8.327.478 D1, 325.012 DU e 5.475.844 D2. Entre D1 e DU, 99,21% da população adulta já recebeu ao menos uma dose e 66,52% deste público está completamente imunizado.

Além disso, o Estado também registra a aplicação de 21.436 doses adicionais (DA) e 105.699 doses de reforço.

Fonte: AEN/PR

Boletim desta terça-feira registra mais 1.433 casos de Covid-19 e 21 óbitos

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) divulgou nesta terça-feira (12) mais 1.433 casos de Covid-19 e 21 mortes no Paraná. Os casos são referentes também a meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas.

Os dados acumulados do monitoramento mostram que o Paraná soma 1.524.172 casos e 39.367 óbitos pela doença.

Os casos confirmados nesta data são de outubro (689), setembro (347), agosto (194), julho (84), junho (85) e maio (34) de 2021.Os óbitos são de outubro (12), setembro (5), agosto (1), julho (1) e junho (2) de 2021.

INTERNADOS – De acordo com o informe, 511 pacientes com diagnóstico confirmado de Covid-19 estão internados. São 392 em leitos SUS (241 em UTIs e 151 em clínicos/enfermarias) e 119 em leitos da rede particular (72 em UTIs e 47 em clínicos/enfermarias).

Há outros 1.165 pacientes internados, 652 em leitos de UTI e 513 em enfermarias, que aguardam resultados de exames. Eles estão em leitos das redes pública e particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A Sesa informa a morte de mais 21 pacientes. São 9 mulheres e 12 homens, com idades que variam de 31 a 91 anos. Os óbitos ocorreram entre 5 de junho e 11 de outubro de 2021.

Os pacientes que foram a óbito residiam em Ponta Grossa (2), Londrina (2), Curitiba (2) e Contenda (2), além de uma morte em cada um dos seguintes municípios: Uraí, Santo Antônio do Sudoeste, Santana do Itararé, Santa Terezinha de Itaipu, Nova Aurora, Jaguariaíva, Guamiranga, Cruz Machado, Cerro Azul, Cascavel, Campo Mourão, Astorga e Araucária.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento da Secretaria da Saúde registra 6.117 casos de não residentes no Estado – 216 pessoas foram a óbito.

Fonte: AEN/PR