🔴 RÁDIO PULSAR - SUA RÁDIO CATÓLICA NO CENTRO DO PARANÁ

sexta-feira, 21 de maio de 2021

Pinhãoense poderá ser santificada pela igreja

Na manhã da segunda-feira, 17 de maio, seguindo todos os protocolos de higienização que a pandemia da Covid-19 exige, aconteceu no Cemitério da Caroba, a 16 km da sede do município de Pinhão/PR a benção do túmulo da pinhãoense Dolores de Jesus Camargo.

A jovem Dolores de Jesus Camargo nasceu em 1932 no município de Pinhão e sempre foi uma filha muito obediente, alegre, de muita fé.

Bem jovem, foi estudar no Colégio Nossa Senhora do Belém, no município de Guarapuava/PR, com o intuito de ser freira.

Com 13 anos, em uma das férias que veio passar no sítio da família, sofreu uma doença que provocou a paralisia do seu corpo do pescoço para baixo.

Mesmo paralisada, a menina manteve sua alegria e sua fé, sempre ensinando as crianças da família a rezarem.

No dia 8 de agosto de 1959, com 27 anos, Dolores faleceu.

Muitas pessoas amigas e da família dizem que rezam pedindo pela intercessão da jovem em momentos de dificuldades e já alcançaram graças.

O padre André Ricardo Santos Lima explicou que o ato, naquele momento para a igreja, era a benção a um túmulo encontrado e restaurado.

Para a família, um momento também de resgate da história da jovem Dolores, que em sua história há sinais de virtudes e santidade. 

Uma jovem de virtudes

O padre André destacou as virtudes da jovem e sua fé diante da doença.

Após a benção, as sobrinhas de Dolores, Evani Camargo e Neusa Maria Amaral de Camargo, a Neusinha, falaram sobre a tia e sua fé no anjo Gabriel e fizeram uma oração que ela ensinava às crianças da família.

A Diocese inicia uma investigação

Após a benção, o padre André explicou que, com a autorização do bispo da diocese, Dom Amilton, eles estarão recolhendo os relatos das graças recebidas pela intercessão da jovem Dolores.

Fonte: Jornal Fatos do Iguaçu

Foto: Naor Coelho/Fatos do Iguaçu

Nenhum comentário:

Postar um comentário