sexta-feira, 23 de abril de 2021

Mãe com filha no colo em temporal chora ao ganhar guarda-chuva de desconhecido; o fato ganhou grande repercussão nas redes sociais

Foi essa sensação de ‘ser cuidada’ que a dona de casa Ana Lúcia Silva teve na última quarta-feira (21), enquanto caminhava pela rua, no bairro Mercês, em Curitiba. Ela estava com a filha de dois anos no colo, por volta das 13 horas, na Rua Marcelino Champagnat,  debaixo de muita chuva, quando, de repente, um homem alto, ruivo, desceu de um Gol vermelho, foi até o porta-malas e lhe entregou um guarda-chuva. Disse apenas que era um presente e foi embora.

Ana ficou emocionada com o gesto. Chegou em casa, contou ao marido e decidiu relatar a experiência no Clube da Alice, um grupo que reúne 550 mil mulheres no Facebook. Entenda a história e depois a Banda B vai lhe fazer uma proposta.

Oi Alices….

Ontem me aconteceu algo que me emocionou muito. Moro na Lapa e, precisei ir pra Curitiba levar minha filha de 2 anos fazer uns testes. Desci do ônibus nas Mercês e começou a chover. Eu, sem guarda-chuva e sem o aplicativo do Uber no celular.

Esperei um pouco e, resolvi ir a pé até o local devido ao horário…. Coloquei uma fralda de pano na cabeça da minha filha e fomos.

Pra ela, a chuva estava forte mas, enfim…..

Em dado momento, um Gol vermelho parou do outro lado da rua, na Rua Marcelino Champagnat quase próximo ao número 540, onde eu iria…

Desceu um rapaz, alto, meio ruivo, super simpático, foi no porta malas do carro, tirou uma sombrinha e veio me dar…. na hora chorei….. chorei por N motivos mas, principalmente pelo cuidado de Deus para com nossas vidas através daquela vida….. Nem perguntei o nome dele, a emoção foi maior….

Na hora, Deus me fez lembrar que, em 2013 eu estava indo pra Quitandinha de ônibus, não tinha filhos na época e, antes de eu descer estava uma chuva muito forte e um casal com uma menina de uns 4 anos foi descer bemmmmm antes de mim…. Dei o meu guarda chuva pra eles, justamente por  estarem com uma criança……

Não sei o tamanho da fé de vocês, ou em quem vocês creem mas, o que aprendo com isso é que, a gente planta e no tempo certo de Deus a gente colhe!!

Moço do Gol vermelho….a emoção foi de escorrer lágrimas mas, que Deus, em sua infinita graça te abençoe grandemente por sua atitude de ontem ali perto da Praça da Ucrânia!!“, disse ela no facebook.

A história da Ana emocionou muitas mulheres. Até esta sexta-feira, já havia cerca de 1,3 mil comentários na postagem, todos elogiando a atitude do desconhecido e também a iniciativa da Ana de compartilhar o que lhe aconteceu.

Onde está o ‘homem do Gol vermelho”?

Em entrevista a um veículo de imprensa curitibano ela disse que gostaria muito de agradecer o ‘homem do Gol vermelho’, até para incentivar que outros façam o mesmo; ou seja, pensem no outro.

“Queria muito encontra este homem do Gol vermelho. Na hora, fiquei tão emocionada, que nem agradeci. Eu ali, na chuva, com minha filha pequena, e aparece alguém querendo ajudar, sem nunca ter me vido na vida. Falando agora até me emociono de novo. Anos atrás fiz o mesmo com um casal que estava com  uma criança e Deus me mostrou que Ele não esquece e que a gente tem que ajudar o próximo, do jeito que for”, disse, emocionada.

Fonte: Portal Banda B 


Nenhum comentário:

Postar um comentário