🔴 RÁDIO PULSAR - SUA RÁDIO CATÓLICA NO CENTRO DO PARANÁ

sexta-feira, 5 de março de 2021

Paraná - Chuvas afetam 4,5 mil pessoas

O grande volume de chuvas no Paraná desde o início desta semana, com chuvas constantes e expressivas no Litoral e na Região Metropolitana de Curitiba, afetou 4,5 mil pessoas em nove municípios. 

De acordo com o Boletim de Ocorrências divulgado na manhã desta quinta-feira (4) pela Coordenadoria Estadual da Defesa Civil, danificaram 164 casas, com 42 pessoas desalojadas e 16 desabrigadas até o momento.

Foram atingidos os municípios de Almirante Tamandaré, Araucária, Campina Grande do Sul, Contenda, Curitiba, Mandirituba, Morretes, Piraquara e São José dos Pinhais. 

Em Morretes, no Litoral, deslizamento de terra afetou cinco pessoas, mas que não tiveram suas casas danificadas. 

Já a enxurrada que atingiu o município na segunda-feira (1) afetou 363 moradores, sendo que três ficaram desalojados.

As outras ocorrências foram todas na Região Metropolitana.

Em Araucária, as enxurradas afetaram 3.440 pessoas, das quais duas estão desalojadas. 

Em Curitiba, chuvas e vendavais danificaram 156 moradias, afetando 624 pessoas. 

Em Contenda, deslizamentos danificaram duas casas, deixando cinco pessoas desalojadas. 

Na quarta-feira (3), alagamentos em São José dos Pinhais danificaram quatro casas, deixando 16 pessoas desabrigadas.

CHUVAS 

A estação meteorológica do Simepar em Curitiba apontou para um acumulado de 90 milímetros de chuvas em três dias.

No Litoral, o acumulado chegou a quase 53 milímetros. A previsão é que o tempo se mantenha instável até a sexta-feira (5), começando a abrir no fim de semana, com chuvas esparsas no período da tarde.

Também chove muito no Interior. Desde a noite de quarta-feira, houve várias precipitações em diversas regiões do Estado. 

Em Altônia choveu 80 milímetros até as 3h, e em outras parte da região Noroeste chegou ao acumulado de 100 milímetros até a manhã desta quinta-feira. 

Em Cascavel e Toledo, no Oeste, foram perto de 30 milímetros até a madrugada.

Segundo o Simepar, essas chuvas são influenciadas por áreas de baixa pressão nas regiões de fronteira, que vão ganhando força e se propagando para os demais setores do Paraná. 

A tendência para é de que a chuva continue ao longo do dia em vários setores do Estado.

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário