segunda-feira, 22 de março de 2021

Guarapuava - Em dois dias, 14 pessoas perdem a luta para a covid-19

Entre domingo (21) e esta segunda (22), 14 pessoas morreram em Guarapuava, vítimas de covid-19. 

A informação é da Central de Triagem da Prefeitura. 

Conforme a Central ocorreram sete mortes de pacientes internados na UTI do Hospital São Vicente, seis de pacientes da UTI do Hospital Regional e uma morte no Instituto Virmond (Hospital Santa Tereza). 

De acordo com as informações, os mortos do Hospital São Vicente são um homem de Guarapuava de 40 anos, uma mulher de 52 anos também de Guarapuava e um idoso de 76 anos de Pinhão. 

E também, uma idosa de 77 anos de Prudentópolis, um idoso de 86 anos de Pinhão, um idoso de 81 anos de Campina do Simão e um idoso de 64 anos. 

Já no Hospital Regional perderam a vida para a infecção, um idoso de 62 anos de Balsa Nova, uma idosa de 74 anos de Guarapuava, uma mulher de 57 anos também de Guarapuava. 

Além de uma idosa de 63 anos de Laranjal, de um idoso de 79 anos de Guarapuava e de um idoso de 72 anos também morador de Guarapuava. 

E por fim, no Instituto Virmond (Hospital Santa Tereza), um idoso de 70 anos de Guarapuava morreu vítima da doença.

GUARAPUAVA E PARANÁ 

Em Guarapuava, pelo 14º dia consecutivo a Saúde de Guarapuava registrou mortes em decorrência da covid-19. 

De acordo com o boletim diário da Secretaria, mais duas pessoas tiveram morte confirmada neste domingo (21). 

Dessa maneira, o município já registra 164 pacientes que perderam a vida desde o início da pandemia. 

Sendo que somente no mês de março 46 pessoas já perderam a vida no município. 

Conforme os dados atualizados, Guarapuava contabiliza 10.533 casos confirmados desde o início da pandemia. 

Ainda segundo as informações, 919 pacientes continuam sob o status de ativos, ou seja, com alto potencial de contaminação. 

De acordo com a Saúde, 9.450 se recuperaram e 276 casos ainda estão sendo investigados. 

Descartados totalizam 9.348. 

O Paraná soma 791.390 casos confirmados e 14.779 mortos em decorrência da doença.

Fonte: RNS

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário