segunda-feira, 1 de março de 2021

GUARAPUAVA - Comerciantes ‘pressionam’ a reabertura do comércio a partir de terça (02)

Comerciantes de Guarapuava farão uma concentração em frente a Prefeitura de Guarapuava nesta segunda (1). 

A manifestação vai começar às 13h30. Em seguida, às 14h, uma comissão terá audiência com o prefeito Celso Góes (Cidadania).

Organizados em grupos de WhatsApp, os comerciantes reivindicam a flexibilização no decreto que determina o fechamento de atividades não essenciais. De acordo com os lojistas, eles estão sendo responsabilizados pelo avanço da covid-19. Entretanto, eles rebatem essa condição. “Estamos sendo penalizados pela falta de fiscalização nas festas. A covid-19 avançou pelas festas clandestinas e estamos pagando a conta”, disse uma lojista ao Portal de Notícias  RSN. 

Conforme lojistas, outra reclamação se refere aos supermercados que, segundo comerciantes, não vendem apenas alimentos. “Vendem de tudo, até pneus, roupas e outros itens. Eles [supermercados] absorvem tudo. E com o fechamento das nossas lojas, estão muito felizes”. 

PAUTA PEDE A REABERTURA

 Assim sendo o movimento elaborou uma pauta de reivindicações. Entretanto, o principal pedido é que o comércio reabra a partir desta terça, das 10h às 18h. 

Os comerciantes propõem o controle da entrada de clientes, evitando a presença de idosos e de crianças. Outro pedido é uma campanha de valorização do comércio local. Essa ‘tecla’ vem sendo batida há anos, com algumas inserções patrocinadas pela Associação Comercial e Empresarial de Guarapuava (ACIG). 

De acordo com o último decreto estadual assinado pelo governador Ratinho Junior, o estado encontra-se em medidas drásticas para conter o avanço da covid-19. As restrições incluem o fechamento do comércio, toque de recolher, entre outras medidas. 

O prazo segue até 8 de março, e as restrições podem ser prorrogadas.

Fonte: Rede Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário