sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

PARANÁ - Ossada de jovem desaparecido é encontrada em Prudentópolis

O Jovem Tcharley Fabrício Das Neves, 25 anos, estava desaparecido desde o dia 11/08/2019 quando seu veículo Volkswagen Gol.

Foi encontrado carbonizado na estrada principal que liga a cidade de Prudentópolis até a Localidade de Linha São Pedro, área rural do Município.

Na tarde de hoje, 07/01/2021, Policiais Civis sob o comando do Delegado Dr Rodrigo Cruz Dos Santos encontraram uma ossada humana no Bairro Jardim Delmira, perímetro urbano de Prudentópolis.

De acordo com Informações do Delegado Dr Rodrigo, um suspeito de ter enterrado o corpo de Tcharley teria confessado o crime e indicou onde estava enterrado o corpo.

Os Policiais Civis foram até o local e com o apoio de uma retroescavadeira da Prefeitura Municipal começaram a cavar.

Durante a escavação um osso humano foi desenterrado, imediatamente os Policiais acionaram o Corpo De Bombeiros Militares de Prudentópolis para ajudarem a desenterrar a ossada.

O corpo estava amarrado com fios elétricos, mesmo após a decomposição do corpo os fios elétricos permaneceram na cova onde a vítima estava enterrada.

De acordo com o Delegado, o suspeito que mostrou onde estava o corpo nega ter assassinado Tcharley.

Segundo o acusado, ele e mais um indivíduo, que foi encontrado morto por enforcamento na cadeia de Prudentópolis, só foram os responsáveis por enterrar o corpo da vítima.

De acordo com Informações repassadas pelo Dr Rodrigo, a ossada foi identificada como sendo do jovem Tcharley Fabrício das Neves. 

“Ainda falta fazer um exame de DNA para ter cem por cento de certeza, mas com os objetos encontrado junto com a ossada, entre os objetos está a chave do carro da vítima e já teria sido reconhecida por familiares da vítima”, disse o Delegado.

O Advogado que representa a família de Tcharley, Jaminus Quedaros também afirmou que o corpo já está previamente identificado, que familiares teriam reconhecido os pertences da vítima.

Familiares da vítima que residem em Santa Catarina virão para Prudentópolis para fazer o exame de DNA, para “confrontar” com o DNA da ossada.

A ossada foi recolhido pelo IML de Guarapuava que deverá liberar para a família após o resultado de exame de DNA.

Fonte: RÁDIO COPAS VERDE

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário