RUZ

terça-feira, 12 de janeiro de 2021

PARANÁ - Apae de Pitanga e Asilo de Pinhão são sorteados pelo ‘Nota Paraná’

Duas entidades da Região de Guarapuava estão sendo contempladas com recursos do programa ‘Nota Paraná’. 

Conforme o sorteio desta segunda (11), entre os premiados estão a Associação São Francisco de Assis de Pinhão (idosos) e a Apae de Pitanga. 

Cada uma vai receber 20 mil. Além de 10 entidades premiadas, o programa fez um novo milionário. O ganhador é de Curitiba. 

Ele concorreu com apenas dois bilhetes e gastou R$ 250 em compras. 

Os outros dois prêmios de R$ 200 mil saíram para Paranaguá, no Litoral, e Pato Branco, no Sudoeste. Entretanto, Também houve o sorteio de 100 prêmios de R$ 10 mil e 40 mil prêmios de R$ 10. 

Ainda nesta semana haverá a notificação e os vencedores terão os valores depositados nas contas correntes cadastradas. 

CINCO MILHÕES EM PRÊMIOS 

De acordo com a Agência Estadual de Notícias, no total, o sorteio somou R$ 5 milhões referentes às notas emitidas nas compras de setembro. 

Assim sendo, R$ 2,8 milhões destinaram-se para cidadãos que colocaram o CPF na nota fiscal. 

Outros R$ 2,2 milhões para instituições da sociedade civil sem fins lucrativos cadastradas no programa. 

Para as instituições são 10 prêmios de R$ 20 mil e 20 mil prêmios de R$ 100. 

Conforme o programa, para participar basta se cadastrar no site:

 (http://www.notaparana.pr.gov.br) e aderir ao regulamento. 

Ao solicitar o CPF na nota, o cidadão ganha um bilhete eletrônico pela primeira compra do mês. 

Depois, cada R$ 200 em notas fiscais dá o direito a um bilhete para o sorteio de respectivo período de adesão. 

O ganhador pode optar pelo depósito em conta bancário ou por abater do IPVA.

CRÉDITOS 

Além do sorteio, o Nota Paraná também liberou na sexta (8) R$ 24,2 milhões em créditos gerados nas compras do mês de outubro. 

São R$ 21,9 milhões para consumidores com CPF identificado. Além de outros R$ 2,3 milhões para organizações sociais cadastradas e que receberam doações de notas fiscais. 

Conforme o programa, esse valor é o maior desde março de 2020 e representa um acréscimo de R$ 3 milhões em comparação ao valor restituído de dezembro, que foi de R$ 21 milhões.

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário