quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Motorista em SC teme pegar Covid-19 em bafômetro de blitz da lei seca

Uma motorista de Florianópolis foi parada numa blitz da lei seca no último final de semana na praia de Jurerê Internacional, em Florianópolis, e ficou com receio de pegar Covid-19 durante a abordagem policial. 

Ela conversou com a coluna, mas prefere ter seu nome preservado. A preocupação da motorista foi com o fato de que, segundo ela, o bafômetro não estava sendo higienizado.

“Passei por uma blitz da lei seca em Jurerê onde todos os carros foram colocados numa fila única e todos os motoristas, sem exceção.

Eram instruídos a soprar no mesmo equipamento que, apesar de diferente do tradicional que se via anteriormente pelo noticiário, pois nunca fui parada numa blitz, era muito próximo a nossa boca. 

Esse material não estava sendo nitidamente nem trocado nem higienizado a cada pessoa e todos que estavam na fila sopraram no mesmo equipamento. 

Não tenho dúvida alguma sobre o valor destas blitz, mas meu questionamento é que, nesta época de pandemia, e com a preocupação extrema que eu estou tendo com a minha proteção.

E de quem me cerca, se isso não passa a ser um caso de vigilância sanitária. 

Fiquei extremamente desconfortável e preocupada em relação a um possível contágio”, disse a motorista que, aliás, seguiu adiante pela via pois o etilômetro não apontou ingestão de bebida alcoólica.

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário