sexta-feira, 8 de janeiro de 2021

MENINO DE 12 ANOS QUE VENDIA PASTEL É MORTO POR CAUSA DE UM REAL.

Um menino de 12 anos que vendia pastel de casa em casa na cidade de Rubim, no Vale do Jequitinhonha, foi assassinado a facadas por uma mulher de 39 anos. 

O motivo teria sido uma cobrança no valor de R$ 1. O crime ocorreu nessa quarta-feira (06/01).

De acordo com a Polícia Militar, Kaike Júnior Moreira da Silva vendeu pastéis para os filhos da suspeita e, na hora de conferir o valor pago, viu que faltava R$ 1.

Ele, então, cobrou o dinheiro. Houve uma discussão entre a vítima e as crianças, mas como não conseguiu o dinheiro, o menino deu as costas e foi embora. 

Nesse momento, a mãe das crianças foi atrás do adolescente e deu uma facada nas costas dele.

Já ferido, o menino saiu pela rua pedindo ajuda e caiu na calçada. Ele foi levado para um hospital da cidade por moradores, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A suspeita se trancou dentro de casa e deixou cinco facas do lado de fora. Uma delas estava suja de sangue.

A mulher se entregou, foi presa em flagrante e levada para a Delegacia de Polícia Civil de Almenara, na mesma região.

O corpo do menino foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Almenara.

Crime chocou moradores da cidade

Pelas redes sociais, conhecidos da vítima lamentaram o acontecimento.

"Que notícia triste! Ele estava trabalhando para ajudar a família e acontece uma tragédia dessa!".

Outro usuário escreveu: " Desculpa Kaique pela miopia da sociedade que não enxergou que você com apenas 12 anos de idade deveria estar protegido em seu lar ou sob a tutela do grande leviatã.

Que sua partida prematura não seja em vão e que essa tragédia possa trazer uma reflexão pertinente para que outra família não passe por tamanha dor. Descanse em paz".

E AÍ QUANTO VALE UMA VIDA MESMO????

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

Fonte/ Via o Tempo

Nenhum comentário:

Postar um comentário