RUZ

segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

DESENTENDIMENTO EM FRENTE A IGREJA DE PITANGA MOBILIZA PM

PM FOI CHAMADA APÓS MUITA CONFUSÃO
No fim de semana, uma ocorrência de rixa foi registrada em Pitanga.

Dois casais tiveram um desentendimento em frente a rampa de entrada do portal de luzes da matriz Santana.

Segundo testemunhas, uma mulher estava com as roupas rasgadas, um rapaz com um facão e outro de posse de uma arma de fogo.

Imagens que circulam nas redes sociais mostram a confusão, um dos envolvidos é Policial Militar em Pitanga.


EQUIPES NO LOCAL
As equipes de Plantão da PM atenderam a ocorrência, no local foi apreendido um facão, acalmados os ânimos e orientados todos quanto aos procedimento. 

BOLETIM DE OCORRENCIA REGISTRADO
RIXA
POR VOLTA DAS 21H30MIN A EQUIPE FOI ACIONADA PARA ATENDER UMA SITUAÇÃO VIAS DE FATO NA PRAÇA LARGO DOS PIONEIROS, ONDE SEGUNDO A SOLICITANTE A SRA. ** RELATOU QUE SEU CONVIVENTE ** SE ENVOLVEU EM VIAS DE FATO COM ** E QUE SEGUNDO A SOLICITANTE ** ESTARIA DE POSSE DE UM FACÃO. A EQUIPE DESLOCOU ATÉ O LOCAL ONDE CONSTATOU O FATO DE UMA RIXA ENVOLVENDO 04 PESSOAS (02 CASAIS), SENDO CONTIDO OS  NIMOS DE TODOS OS ENVOLVIDOS E ENCAMINHADOS PARA O CARTÓRIO DA 3ª CIA PARA A LAVRATURA DO TERMO CIRCUNSTANCIADO. FOI LOCALIZADO UM FACÃO NO CHÃO, QUAL FOI APRENDIDO.

O COMANDO DA POLICIA MILITAR ENCINHOU NORA A IMPRESA:
Nota da Polícia Militar:
Através do presente, em relação à ocorrência envolvendo policial militar, com denúncias de possível cometimento de irregularidades, em data de 12 de dezembro, no município de Pitanga.

      O Comando do 16º BPM vêm a informar que a partir do momento que tomou conhecimento das informações, já determinou a instauração de Procedimento Administrativo apuratório, e em consonância a isso, já nesta data de 14 de dezembro, as vítimas e todos os envolvidos na situação serão ouvidos via Termo de Declaração na sede da 3ª Companhia do 16º BPM, por um Oficial.

Esclarece ainda o Comando da Unidade que a Polícia Militar do Estado do Paraná, bem como o 16º BPM, nunca foi e nem nunca será conivente com atos irregulares, sejam eles de cunho administrativo, ou sejam eles de cunho criminal, onde as apurações sempre são e sempre serão imparciais. 

Major QOPM Cristiano M. Cubas de Lima,

Comandante do 16º BPM.

Nenhum comentário:

Postar um comentário