quarta-feira, 7 de outubro de 2020

PARANÁ - Mulher se apresenta como esposa de homem morto e gera confusão na Santa Casa

Uma grande confusão foi registrada pela Polícia Militar, por volta das 2h30 desta madrugada, no hospital Santa Casa, em Campo Mourão. 

A PM foi acionada por funcionários, após familiares de um homem que havia entrado em óbito no hospital iniciarem uma discussão acalorada durante a liberação do corpo.

Uma mulher que teria se apresentado como atual esposa do falecido estava bastante alterada e a todo momento proferia ofensas e ameaças aos funcionários e ao filho do homem e à sua mãe, que informou ser a esposa do homem havia mais de 30 anos.

De acordo com as informações repassadas por funcionários, antes da chegada da PM a mulher que se identificou como atual esposa do homem morto teria feito ameaças aos funcionários e forçado que permitissem que ela assinasse o documento, alegando que tinha provas de união estável.

Ainda conforme as informações, a mulher passou a desacatar os servidores, causando tumulto no local. O filho do homem morto relatou que a mulher havia proferido diversas ofensas contra a sua honra e também teria sido ameaçada sua mãe.

Mesmo com a presença da equipe policial a acusada se comportava de maneira agressiva com os servidores e familiares do marido, bem com todos os policiais que estavam no local. A mulher disse aos policiais que tinha o direito de assinar o atestado de óbito, pois tinha registro de união estável.

Já o filho e sua mãe apresentaram um documento informando a união do casal por cerca de 30 anos. Informaram ainda que o casal ficou separado apenas por um período, mas que ele havia retornado a conviver com a família.

As equipes policiais tiveram muito trabalho para conter os ânimos exaltados, principalmente da mulher que dizia ser a atual esposa. 

Em vários momentos ela se dirigiu aos policiais de maneira exaltada e dizendo que eles não sabiam resolver o problema e que os processaria. Alegava ainda que era formada em Direito e tinha conhecimento sobre o assunto.

Diante da situação e manifestação da outra parte em representar contra a acusada, todos foram encaminhados até a delegacia de Polícia Civil para que fossem adotados os devidos procedimentos.

Fonte: Ta sabendo



Nenhum comentário:

Postar um comentário