segunda-feira, 26 de outubro de 2020

PARANÁ - Dois policiais ficam gravemente feridos em atentado com bomba

A explosão de uma viatura deixou dois policiais gravemente feridos em Ipiranga. 

De acordo com informações, os profissionais ocupavam a viatura na madrugada desse domingo (25), quando por volta das 2h o carro explodiu. 

De acordo com a Polícia Militar, os policiais estavam indo atender uma ocorrência de perturbação de sossego na Região de Porto Bravo, em Ipiranga. 

Segundo informações, eles estão internados na Santa Casa de Ponta Grossa. 

Os dois soldados, Josney e Priscila, fazem parte da equipe de rádio patrulha que trabalha em Imbituva. 

Segundo relatos, ao chegarem ao local eles ligaram o giroflex. 

No entanto, houve uma explosão no interior da viatura, nos airbags dianteiros e demais peças do carro. 

O policial Josney possui várias lesões, queimaduras e afundamento do crânio. 

Já Priscila, teve fraturas expostas em dois dedos da mão, queimadura em segundo grau no braço e queimaduras em segundo grau no rosto e orelha. 

De acordo com a PM, os policiais estão estáveis e os dois vão passar por cirurgias. 

ATENTADO CONTRA A POLÍCIA

Na manhã desta segunda (26) a 8ª Companhia Independente de Polícia Militar relatou a confirmação de que a explosão da viatura foi um atentado. 

De acordo com o Portal Clique, durante todo o domingo as equipes trabalharam para elucidar o caso. 

Até então não se sabia se havia ocorrido um atentado contra a vida dos policiais ou se ocorreu uma falha mecânica na viatura. 

Na investigação, a equipe conversou com várias testemunhas e o esquadrão antibombas da PM esteve no local avaliando a situação.

 Eles constataram e, a Polícia Científica confirmou, que a explosão ocorreu por meio de um artefato explosivo, uma bomba caseira.

 “Localizamos pólvora no fardamento dos policiais, além de outros elementos que demonstraram se tratar de um artefato explosivo improvisado”. 

Por fim, a polícia segue investigando se alguém lançou ou implantou anteriormente a bomba. 

Qualquer informação sobre o caso pode ser repassada pelo 181 ou 190. 

As investigações prosseguem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário