quarta-feira, 23 de setembro de 2020

ITAPEMA SC - MÃE E FILHO QUE ESTAVAM DESAPARECIDOS FORAM MORTOS E ENTERRADOS PELO PAI DA CRIANÇA

A polícia Civil de Itapema colocou fim ao mistério sobre o desaparecimento de mãe e filho, em Itapema. 

Os policiais encontraram na noite desta terça feira (22) em Rio do Cedro, o corpo de Josiéli Lopes e do bebê, de um mês. O marido e pai da criança foi preso e o IML recolheu os corpos.

Josiéli e o filho recém-nascido moravam no bairro Morretes, em Itapema. Desde quarta-feira (16) da semana passada, a mulher parou de dar notícias aos familiares, que moram no Paraná e em Palhoça.

A irmã Clarice Aparecida, que mora no Paraná, contou que Josi morava há um ano em Itapema, com o atual marido e pai do bebê. Desde o início do relacionamento o casal brigava bastante.


No domingo retrasado (13), os dois teriam discutido novamente e Josi contou pra Clarice que queria se separar. Ela inclusive estaria arrumando uma advogada pra dividir os bens.

No último dia que Josi deu notícias à família, ela teria contado pra irmã que vendeu o carro do casal. 

A irmã achou a mensagem suspeita e acredita que possa ter sido outra pessoa se tentando passar pela vítima. 

Desde então, o número de Josi bloqueou os familiares no WhatsApp e nas redes sociais. A família não conseguiu mais contato com ela. O telefone celular também foi desligado.

Josiéli tem um filho de 17 anos de um outro relacionamento. O rapaz, que mora com o pai em Palhoça, na Grande Floripa, registrou um boletim de ocorrência sobre o desaparecimento da mãe. 

O jovem também teve o telefone supostamente bloqueado pelo número de Josi, após ela informar que estava indo embora pro Rio Grande do Sul.

O filho contou à polícia que achou a forma de escrever estranha e que não parecia a mãe conversando com ele pelo WhatsApp. 

Para o filho de Josi, o marido afirmou que também foi bloqueado das redes sociais e do WhatsApp da mulher. 

O marido também buscava informações sobre o paradeiro da mulher e do filho, mesmo sabendo do crime brutal que cometeu.

Fonte: Jornal SC 



 

Nenhum comentário:

Postar um comentário