quinta-feira, 23 de julho de 2020

Cometa NEOWISE será visível no Brasil nos próximos dias

 Entre 23 e 31 de julho 2020, se as nuvens deixarem, será possível ver este novíssimo cometa. A próxima chance será daqui a 6800 anos

O cometa NEOWISE é muito novo. Ele foi descoberto pela NASA em 27 de março de 2020 e tem este nome porque foi detectado por um instrumento especial chamado de  Near-Earth Object Wide-field Infrared Survey Explorer. Juntando-se letras marcadas surge o nome do cometa: NEOWISE. Mas tecnicamente, para os astrônomos, ele é o cometa  C/2020 F3.

Cometas são corpos celestes formados basicamente de gelo e poeira cósmica. Acredita-se que surgiram na formação do sistema solar. O brilho e a cauda são consequências de passagens próximas ao Sol.

Ao passar perto do Sol, a combinação dos gases aquecidos que foram expelidos com a poeira cósmica forma o que chamamos de “cabeleira” do cometa. Mas quem faz o “penteado”, jogando toda a cabeleira para trás é a força do vento solar.

Este cometa conseguiu “sobreviver” à máxima aproximação do Sol (passagem por um ponto chamado de periélio) em 3 de julho de 2020 e a partir daí começou a brilhar, cada dia um pouco mais. 

Quando surgiu, em março, era visível de manhã, mas agora só pode ser visto à noite e em locais bastante escuros, sem a poluição luminosa das cidades e logo depois do pôr do sol.

O NEOWISE está se “aproximando” da Terra e o dia que estará mais próximo do nosso  planeta será em 23 de julho, quinta-feira. Ele ficará visível à olho nu ou com binóculos até o fim de julho poderá ser visto no Brasil nesta última semana de julho.

Esta é a chance de ver o cometa NEOWISE porque no começo de agosto, ele “vira na esquina” e a previsão é que desapareça pelo sistema solar e só volte por aqui depois de aproximadamente 6800 anos, ou seja, lá pelos anos 8820. Você consegue imaginar como seria a vida?

Visualização no Brasil

Se muitas situações se combinarem, se a sorte e o tempo ajudarem, o Brasil poderá ver o cometa NEOWISE no céu entre os dias 23 e 31 de julho de 2020, primeiro nas Regiões Nordeste e Norte, depois no Centro-Oeste, Sudeste e por último nos estados da Região Sul. 

Os mapas abaixo são apenas exemplos para um dia do período de visualização do cometa, em algumas capitais brasileiras. Eles foram tirados do site timeanddate.com

Basta mudar o nome da cidade e clicar em Astronomy Note: Find Comet NEOWISE (C/2020 F3) in the Night Sky Map para aparecer a animação do céu e do cometa . Mude o dia de visualização clicando no ícone do calendário. A animação é muito legal e vai ajudar a descobrir onde o cometa estará cada dia.

No Nordeste, em Fortaleza, por exemplo, o cometa NEOWISE já podia ser visto desde o dia 19 de julho e poderá ser visto até o dia 30 de julho de 2020.

Como ver o cometa? 

É incerto a “potência” do brilho deste cometa. De qualquer forma, só será possível ver alguma coisa em locais escuros, longe da iluminação artificial dos centros urbanos. Indo direto ao ponto: a chance de ver o cometa da sacada do apartamento em cidades grandes como as capitais brasileiras é zero.

Algumas dicas para ver o cometa 

  • - procurar um local escuro, longe das luzes das cidades;
  • - confira a previsão do tempo para a noite para o lugar onde escolher (o site da Climatempo fornece esta informação);
  • - o cometa começar a ser visto pouco depois do pôr do sol, perto da linha do horizonte
  • - no site da Climatempo você encontra a hora do nascer e do pôr do sol todos os dias;
  • - olhe para a direção noroeste;
  • - dá para ver a olho nu, mas você pode usar um binóculo, luneta ou telescópio para “achar” o cometa inicialmente;
  • - o período de visualização por noite é de 1 a 4 horas, mas varia de um local para outro.


Previsão do tempo para os próximos dias

A nebulosidade, com ou sem chuva, será talvez o fator mais importante para a visualização do cometa NEOWISE. O ideal é que o céu esteja com pouca ou nenhuma nebulosidade no fim da tarde e nas primeiras horas da noite. 

No período de 23 a 31 de julho, grande parte do Brasil terá pouca nebulosidade e as condições do tempo vão permitir a apreciação do cometa.

A nebulosidade e/ou pancadas de chuva à tarde e à noite vão dificultar bastante a apreciação do cometa no Amapá, em Roraima, no norte do Pará, norte e centro-oeste do Amazonas e no Acre.

litoral leste do Nordeste também tem grande chance de ter horas com muitas nuvens e chuva no período de 23 a 31 de julho de 2020.  Uma frente fria chega ao litoral sul da Bahia na virada de julho para agosto.

Mas a passagem de duas frentes frias vai causar muita nebulosidade e eventualmente chuva especialmente sobre o Sul do Brasil, mas também em algumas áreas do Sudeste e até o Centro-Oeste.

primeira frente fria provoca muita nebulosidade e chuva no Sul entre os dias 24 e 26 de julho, mas avança pelo litoral do Sudeste só com aumento de nuvens.

segunda frente fria começa a influenciar o Brasil no dia 27 de julho e até o dia 31 terá grande chance de provocar chuva na Região Sul, em Mato Grosso do Sul, em São Paulo, no Rio de Janeiro, no sul e leste de Minas Gerais e no Espírito Santo.

Fonte: Clima Tempo

Da redação/ Sandra Laciuk

Nenhum comentário:

Postar um comentário