terça-feira, 12 de maio de 2020

PINHÃO: DOIS CASOS DE APREENSÃO DE ARMA DE FOGO NA ÚLTIMAS HORAS

No dia 11 de maio,  por  volta das 14h00min, a equipe policial recebeu informações do serviço reservado de União da Vitoria, se tratando de uma denúncia de arma de fogo e ameaça na divisa entre o município do Pinhão com Cruz Machado. 

A denunciante relatou que seu ex-marido de 30 anos, estaria ameaçando a mesma, e que já teria confeccionado boletim de ocorrência em data anterior, porém o homem não teria cessado com as ameaças de morte. Relatando ainda que temia pela sua vida, pois o ex-marido estaria de posse de três armas de fogo (um revólver, uma garrucha e uma espingarda) na propriedade rural que reside atualmente com seu pai de 70 anos. 

Diante das informações, a equipe deslocou até a propriedade na localidade do Bom Retiro, próximo ao Rio Turvo, sendo de imediato recebido pelo pai do autor, e indagado onde se encontrava seu filho, o qual informou de imediato que o filho teria fugido pra Santa Catarina, porque estaria encontrando problemas com a justiça. 

Foi solicitado para realizar busca domiciliar na propriedade a fim de verificar a veracidade da verão apresentada e também a fim de localizar as armas. Obtendo êxito na localização de um revólver cal. 38 special, capacidade para 6 tiros, marca Smith & Wesson, um revólver marca Taurus cal.32, 6 tiros, ambos municiados prontos para o uso (cada um com uma munição deflagrada e o revólver Taurus com 4 intactas) e uma garrucha cal.22, marca Rossi, municiada, uma espingarda marca Rossi, cal.32, uma de marca não aparente, cal.28 e outra de marca não aparente, cal. 32. 

Foi realizada a apreensão das armas de fogo, devidamente identificado o senhor de 70 anos, e devido sua idade elevada e as denúncias serem em desfavor de seu filho, o senhor não foi conduzido, apenas informado quanto aos procedimentos. 

2° CASO

Por volta de 17h00min, ainda da data de ontem, compareceu no 4° pelotão um homem de 67 anos, o qual relatou que teria confeccionado um boletim de ocorrência em data anterior, que algumas pessoas estariam portando armas de fogo em sua propriedade, além de efetuarem furtos e ameaças contra o mesmo. 

Relatou ainda, que teriam sido visualizados um homem e uma mulher de 63 anos, ambos de posse de espingardas em seu terreno, e que esse casal seria conhecido na localidade, pois ambos já teriam respondido criminalmente por homicídio e eram acostumados a ameaçar a população local. 

Diante dos fatos, foi deslocado até a propriedade juntamente com a vitima, e em buscas foram localizados já na propriedade da mulher, ambos os denunciados. 

Foi dada voz de abordagem com as devidas seguranças, a mulher respondeu prontamente, que ela teria armamento, para se defender. Indagada sobre a documentação de tal arma, foi relatado que não seria registrada. 

Prosseguida a revista na residência, e localizada uma espingarda de marca Rossi, cal. 36 municiada pronta para o uso e 3 munições cal.36. 

Dada voz de prisão a mulher, informado seus direitos e conduzida até a delegacia do Pinhão para os procedimentos cabíveis. 

Realizada a apreensão da arma e das munições, e liberado o homem abordado no local, pois não apresentou nada de ilícito no momento da abordagem.

Fonte: Setor de Comunicação 16° Batalhão

Da redação/ Sandra Laciuk

Nenhum comentário:

Postar um comentário