terça-feira, 14 de abril de 2020

INDIVÍDUOS ADENTRAM EM PROPRIEDADE RURAL E FAZEM FUNCIONÁRIOS DE REFÉM E ROUBAM OBJETOS

Por volta das 6h30min, do dia 13 abr. 20, a equipe deslocou até a Estrada Rural do Papuã, Distrito do Guará, juntamente com um senhor de 31 anos, o qual relatou que a propriedade aonde trabalha foi furtada, aonde estavam presentes dois homens que também trabalham na propriedade, os quais informaram que chegou em na residência 3 (três) homens em um veículo FIAT/FIORINO, NA COR BRANCA, com capota na caçamba, sendo um sem capuz portando em uma das mãos um revólver e na outra mão uma pistola, e outros dois encapuzados sendo que um deles estava portando uma espingarda. 

Os suspeitos lhe deram voz de assalto falando para abaixar a cabeça e não olhar no rosto deles e para não fazer nada pois estavam em sete ladrões e pediram as chaves dos tratores da fazenda, porém foi informado que as chaves da residência estariam com outro funcionário que retornaria no dia seguinte à propriedade. 

Sendo assim, um dos assaltantes ficou na residência com um refém e os outros foram até a fazenda, onde arrombaram a casa e roubaram algumas ferramentas de trabalho e ainda subtraíram 1 (um) freezer. Todavia, não conseguiram roubar os tratores, pois não conseguiram liga-los. 

Também relatou uma das vítimas que enquanto estava de refém uma viatura da ROTAM e uma viatura da equipe do Guará passou por frente da sua residência, porém as equipes policiais foram averiguar uma outra situação no seu vizinho, onde o autor que estava lhe fazendo de refém perguntou se ele tinha chamado a polícia, e ele respondeu que não. 

Sendo que logo após as viaturas passarem os assaltantes foram embora. Indagada a vítima se tentou entrar em contato com a polícia, o mesmo respondeu que não. Relatou que levaram seu celular, perguntado para o mesmo se tinha interesse em bloquear o seu celular, o mesmo respondeu que por enquanto não, pois não tinha certeza se eles realmente tinham levado seu celular, que iria dar mais uma procurada em sua residência. 

Posteriormente o solicitante conseguiu informações que foi contratado uma prancha do município de Maringá-PR para carregar os tratores, informando o nome e o telefone do proprietário da prancha, sendo assim, a equipe entrou em contato com o mesmo, o qual relatou que quem lhe contratou foi um homem e informou os telefones do mesmo, o qual estava em um corsa da cor preto, o proprietário da prancha se prontificou em posteriormente, enviar vídeos da filmagem da empresa com imagens do dia que o indivíduo esteve lá, para auxiliar nas investigações no intuito de identificá-lo. 

Sendo assim, foram orientadas as vítimas quanto aos procedimentos legais cabíveis.

Fonte: Setor de Comunicação 16° Batalhão

Da redação/ Sandra Laciuk


Nenhum comentário:

Postar um comentário