sexta-feira, 3 de abril de 2020

DENGUE - Apucarana tem 166 casos de dengue


Com 166 casos confirmados e 412 esperando resultados de exame, a Autarquia Municipal de Saúde alerta para população reforçar os cuidados de prevenção contra a dengue. 

Paralelamente ao enfrentamento do Covid-19, o combate ao Aedes Aegyti tem sido uma prioridade dentro da estrutura de saúde pública do município. 

Para manter ininterrupto o trabalho de vistoria nas residências em tempos de pandemia do coronavírus, os agentes de endemias passaram a atuar nesta semana usando Equipamento de Proteção Individual (EPI). 

“Pedimos que a população permita o acesso dos profissionais de saúde em seus quintais. Visando sua proteção pessoal e dos moradores, eles estão usando máscara, luva e contam com um kit de álcool em gel e sabonete líquido para higienização das mãos ao longo do dia”, explica o diretor presidente da AMS, Roberto Kaneta. 

Kaneta observa que a manutenção da vistoria domiciliar é de suma importância para conter o avanço dos casos da dengue. 

“A visita nas residências será rápida e vai se restringir a parte externa das residências”, destaca Kaneta. 

O prefeito Junior da Femac reforça o apelo para população facilitar o trabalho dos agentes de endemias nas vistorias domiciliares. 

“Devido ao coronavírus, adotamos medidas de proteção por parte dos agentes para que o enfrentamento contra dengue siga com todo rigor necessário. Também peço aos apucaranenses que façam a sua parte, cuidando dos seus quintais. Verifiquem com frequência se suas casas estão livres de recipientes que acumulem água e sirvam se ambiente ideal para proliferação do mosquito da dengue”, enfatiza Junior da Femac. 

O último boletim da dengue divulgado na terça-feira (31) pela Secretaria da Saúde do Paraná (SESA), o estado registra 69 óbitos confirmados por dengue. 

“Estamos em epidemia no Paraná e o combate ao mosquito transmissor deve ser constante. Os números estaduais mostram que a dengue exige alerta diário para eliminação dos criadouros e a população deve estar atenta às medidas preventivas, pois 90% dos focos do Aedes Aegypti estão nos domicílios”, afirma o secretário estadual da Saúde, Beto Preto. 

O boletim do dia 31 da SESA mostra o Paraná com 87.900 casos de dengue confirmados.

O Estado soma 204.807 notificações da doença e 364 municípios atingidos. 

Na situação de epidemia atinge 177 cidades e outras 32 estão em situação de alerta.

Fonte: Blog do Berimbau

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS


Nenhum comentário:

Postar um comentário