RUZ

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020

Paraná registra 26 mil casos e mais dez mortes por dengue


Em estado de alerta para epidemia, o Paraná registra 26.692 casos de dengue. No boletim epidemiológico publicado pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa), nesta terça-feira (18), há a confirmação de que mais dez pessoas morreram vítimas da doença. No total, já são 23 mortes.

O boletim epidemiológico reúne dados coletados entre agosto de 2019 até 11 de fevereiro.
Em uma semana, foram confirmados mais 6.129 casos da doença, o que representa um aumento de 29,8% em relação ao boletim anterior, que analisou os números de julho a primeira semana de fevereiro. 

A Sesa ainda espera os resultados de 27.910 testes encaminhados ao Laboratório Central do Estado (Lacen).

Dos 399 municípios, 260 têm casos confirmados e 78 enfrentam uma epidemia - 16 entraram para a lista neste boletim.

Enquanto que neste ano são mais de 26 mil confirmações e 23 mortes, em 2019 eram 391 casos e nenhuma morte. Em 2018, nesta mesma época, 487 pessoas haviam contraído a doença e não havia registro de morte. 

Veja mais sobre isso no fim da reportagem.

Mortes

As dez novas mortes foram registradas em Alto Paraná, Douradina, Xambrê, Terra Rica, Santa Mônica, no noroeste do estado, Foz do Iguaçu e Medianeira, no oeste, e em Maringá e Sarandi, na região norte.

Em apenas três casos, os pacientes não tinham outras doenças associadas. Uma criança de 7 anos e uma jovem de 26 estão entre as vítimas da doença.

Paranavaí, Colorado e Santa Isabel do Ivaí, na região noroeste, são as cidades com o maior número de casos confirmados. São 3.062, 1.270 e 1.230, respectivamente.

Já quando se refere a números suspeitos notificados, Londrina, Foz do Iguaçu e Paranavaí lideram a lista. O município do norte do Paraná tem 8.932 casos suspeitos, a fronteira tem 5.575 exames em investigação e na cidade do noroeste são 4.833.

Além de revelar esses números alarmantes, o levantamento da Secretaria Estadual de Saúde mostra que o principal sorotipo viral de dengue encontrado é o tipo 2, até 2018 era o tipo 1.

Paraná entra em estado de alerta para epidemia de dengue, aponta boletim
Preocupada com o aumento de casos de dengue, Porto Rico decreta situação de emergência e cancela programação de carnaval.

MP dá prazo de 72h para que donos de imóveis com focos de dengue limpem os locais em Maringá.

Dados de anos anteriores

Os números revelados nesta terça-feira são bem diferentes dos apresentados no mesmo período de 2019 e de 2018.

Em 2018, nenhuma cidade do Paraná enfrentava uma epidemia, apenas dois municípios estavam em alerta para doença. Em 2019, duas cidades da região norte do estado enfrentavam uma epidemia. Neste ano, já são 78 municípios nesta situação.

Para comparação, no mesmo período em 2019, Londrina, no norte do Paraná, era a cidade com maior número de casos confirmados no estado, eram 93. 

Neste ano, o município já tem 837 e 8.932 casos suspeitos.

Fonte: G1



Nenhum comentário:

Postar um comentário