quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020

FAMÍLIA FOI AMARRADA E FEITA REFÉM DURANTE ROUBO NO INTERIOR DE PRUDENTÓPOLIS


POR VOLTA DAS 19:00HRS DA NOITE 19/02, A EQUIPE PM DESLOCOU ATÉ A LOCALIDADE DE TERRA CORTADA PARA PRESTAR ATENDIMENTO A UMA SITUAÇÃO DE ROUBO.

NO LOCAL, EM CONTATO COM A VÍTIMA, ELA RELATOU QUE ESTAVA COM O SEU MARIDO E SEU NETO EM SUA RESIDÊNCIA, MOMENTO EM QUE FORAM SURPREENDIDOS POR DOIS INDIVÍDUOS ENCAPUZADOS E ARMADOS DE REVÓLVER.

QUE AO ADENTRAR À RESIDÊNCIA DERAM VOZ DE ROUBO, AMARRARAM SEU NETO COM AS MÃOS PARA TRÁS E VIERAM A SUBTRAIR A QUANTIA APROXIMADA DE R$ 1.500,00 (MIL E QUINHENTOS REAIS) EM ESPÉCIE, ALÉM DE UM “CELULAR RURAL” DA MARCA AQUÁRIO, MODELO CA-40 3G.

ELA RELATA QUE EM TODO MOMENTO OS AUTORES OS AMEAÇAVAM DE MORTE, DIZENDO QUE SE NÃO HOUVESSE DINHEIRO NA RESIDÊNCIA, ELES SERIAM MORTOS.

APÓS O FATO OS INDIVÍDUOS EVADIRAM-SE A PÉ E TOMARAM RUMO IGNORADO.
A EQUIPE PASSOU A FAZER DILIGÊNCIAS A FIM DE ENCONTRAR OS AUTORES, E EM DETERMINADO MOMENTO SE DEPAROU COM UM TRANSEUNTE.

QUE RELATOU QUE VISUALIZOU DOIS INDIVÍDUOS CORRENDO NAS PROXIMIDADES DA RESIDÊNCIA ROUBADA E CARREGANDO SACOLAS COM OBJETOS.

O TRANSEUNTE PEDIU PARA NÃO SER IDENTIFICADO, POIS TEME REPRESÁLIA.

ELE INFORMOU À EQUIPE QUE RECONHECEU UM DOS INDIVÍDUOS, RELATANDO QUE O CONHECE BEM E QUE JÁ FEZ DIVERSOS ROUBOS NA REGIÃO.

A EQUIPE PERGUNTOU SE ELE SABIA AONDE O INDIVÍDUO MORA, E ELE RESPONDEU QUE SIM.

FOI SOLICITADO QUE ELE GUIASSE A EQUIPE ATÉ A RESIDÊNCIA DO AUTOR E ELE ACOMPANHOU A EQUIPE ATÉ A RESIDÊNCIA INDICADA.

AO CHEGAR NO LOCAL, A EQUIPE DEPAROU-SE COM UM HOMEM QUE ESTAVA EM PÉ NA ÁREA DA RESIDÊNCIA, QUE SE IDENTIFICOU.

PERGUNTADO SE ALI MORAVA FULANO DE TAL, ELE RELATOU QUE É TIO DO MESMO, E QUE ÀS VEZES FREQUENTA A SUA RESIDÊNCIA.

PERGUNTADO SE O SOBRINHO ENCONTRAVA-SE NA RESIDÊNCIA, ELE RELATOU QUE NÃO, PORÉM APRESENTOU NERVOSISMO COM TREMOR DE MÃOS E DAVA INFORMAÇÕES DESCONEXAS.

PERGUNTADO SE EM SUA RESIDÊNCIA HAVIA ALGUMA ARMA DE FOGO, ELE RELATOU QUE POSSUÍA UMA ESPINGARDA CALIBRE 32, E QUE ERA PARA A SUA PROTEÇÃO.

PERGUNTADO SE ELE POSSUÍA AUTORIZAÇÃO PARA A POSSE DE ARMA DE FOGO E SE A REFERIDA ESPINGARDA POSSUÍA REGISTRO, ELE RESPONDEU QUE NÃO.

DIANTE DISSO FOI SOLICITADO PELA EQUIPE QUE APRESENTASSE A ARMA, E, ACOMPANHADO PELA EQUIPE, ELE ASSIM O FEZ (O ARMAMENTO NÃO POSSUÍA NUMERAÇÃO LEGÍVEL).

TAMBÉM FORAM APRESENTADOS 5 CARTUCHOS DE METAL, UM CARREGADO E QUATRO DEFLAGRADOS, ALÉM DE UM RECIPIENTE CONTENDO PÓLVORA NEGRA, E UM RECIPIENTE CONTENDO CHUMBO.

DIANTE DOS FATOS O DONO DA ESPINGARDA RECEBEU VOZ DE PRISÃO PELA POSSE IRREGULAR DE ARMA DE FOGO, FOI CIENTIFICADO DE SEUS DIREITOS E FOI CONDUZIDO ATÉ A VIATURA POLICIAL E POSTERIORMENTE ATÉ A DELEGACIA DE POLÍCIA CIVIL DE PRUDENTÓPOLIS.

OS ASSALTANTES FORAM IDENTIFICADOS, O FATO FOI REPASSADO PARA A POLÍCIA CIVIL QUE VAI FAZER A INVESTIGAÇÃO.

INFORMAÇÕES DO SETOR DE COMUNICAÇÃO DA 4ª CIA PM.





Nenhum comentário:

Postar um comentário