segunda-feira, 9 de dezembro de 2019

MÉDICA INDÍGENA PARANAENSE FOI DESTAQUE NO QUADRO MULHERES FANTÁSTICAS DESTE DOMINGO


Uma indígena paranaense foi personagem do quadro "Mulheres Fantásticas" deste domingo (08), onde ela contou sua história de luta e superação do preconceito.

Myrian Krexu Veloso, nasceu na Aldeia de Rio das Pedras, localizada no município de Nova Laranjeiras PR, filha de uma mãe não indígena a qual veio a separar-se de seu pai, indo embora da aldeia e deixando a filha com a avó paterna com apenas cinco meses de idade.

Myrian viveu na sua terra natal até seus sete anos, quando foi morar com sua mãe em Santa Catarina passando a conviver com outra realidade totalmente diferente da sua, onde teve seus desafios ao se adaptar.

Aos quatro anos de idade, Myrian havia quebrado seu braço, e lá no hospital ao observar toda a dedicação e cuidados dos médicos, tomou uma decisão, o qual levou para sua vida e esta foi a definição de seu futuro, onde apesar de pouquíssima idade já havia decidido ser médica e nunca mais mudou de ideia.

Aos 17 anos ingressou na faculdade de medicina, onde passou por vários desafios, porem nunca desistiu, vindo a formar-se em 2013 se tornando a primeira medica indígena do Brasil e agora é especialista em Cirurgia Cardíaca.

Myrian conta que sofreu preconceitos quando ainda criança ao perceber que muitas mães, tentavam afastar seus filhos para não brincarem com a pequena indígena, e já na faculdade, também passou por esse tipo de situação "não sofri preconceito por parte de meus colegas o preconceito partiu de um professor, quando no primeiro dia de aula me perguntou: Por que você escolheu esta profissão da elite”?

Hoje Myrian é um exemplo de superação, e orgulho pela sua identidade e mostra que cor e raça não define pessoas, dando uma lição a todo e qualquer tipo de preconceito.



Nenhum comentário:

Postar um comentário