quarta-feira, 20 de novembro de 2019

PRINCIPAIS OCORRÊNCIAS DA POLICIA MILITAR DE PITANGA


PITANGA - DOCUMENTO FALSO OU INEXATO/ ESTELIONATO: No dia 19 de novembro, às 13h50min, atendendo solicitação do gerente de uma agencia bancaria, o qual relatou que chegou três pessoas sendo uma mulher e dois homens.

Com identidade do estado de São Paulo e solicitaram saque de seguro desemprego.

Durante o procedimento foi autorizado pelo sistema à liberação de R$ 1.283,00 (mil duzentos e oitenta reais) a mulher, no entanto as atendentes acharam algumas irregularidades nos documentos de identidade dos masculinos.

Os quais saíram imediatamente da agência quando estava sendo feita a conferência no sistema, pois os mesmos desconfiaram que houvessem sido descobertos. 

Com a equipe no local foi colhido mais informações a respeito do fato, bem como colhido imagens do sistema e das identidades deixada no local. 

Pelas imagens internas foi possível notar que seria uma mulher loira, estatura baixa, aparentando 25 anos, os homens ambos morenos, estatura mediana, magros, um possui cabelo enrolado. 

Diante das informações, foi realizado buscas em vários pontos na cidade, porém, não foi logrado êxito. Foi orientado o gerente quanto aos procedimentos.

PITANGA - AMEAÇA/ DANO/ DESACATO: No dia 19/11/2019 a equipe foi solicitada para prestar apoio ao conselho tutelar no encaminhamento de 04 menores até a casa de apoio de Pitanga. 

Foram encaminhados todos os menores até a casa de apoio sem alteração. Porém, posteriormente a equipe foi acionada novamente pelo conselho tutelar, sendo informado que em frente ao conselho haveria familiares dos menores todos alterados, proferindo ameaças de morte e lesões aos conselheiros e também ameaças de morte aos seus familiares. 

No local foram identificadas as pessoas e foi notado dano em uma porta de vidro. 

Com isso foi encaminhado todos os envolvidos até a 45º DRP para procedimentos necessários, devido ao desejo de representação dos conselheiros.

PITANGA - DANO: No dia 19 de novembro, as 17h05min, atendendo solicitação a equipe deslocou até a comunidade Santa Bárbara, área rural, onde a solicitante relatou que havia disparado o alarme do salão da igreja.

E que alguém havia quebrado o vidro da janela do salão. Com a equipe no local foi constatado o fato, sendo orientado a solicitante e efetuado patrulhamento com intenção de localizar autor ou autores, sem êxito.

DA REDAÇÃO/ MARIA FARIAS

FONTE: PM

Nenhum comentário:

Postar um comentário


Ouça a Impactus FM