segunda-feira, 4 de novembro de 2019

Aplicador do Enem teria vazado foto da prova, diz ministro


Questionado sobre a ausência destes temas, Weintraub admitiu que havia uma recomendação para os formuladores do exame de evitar polêmicas. “O conteúdo das questões não vou comentar”, disse, para mais tarde completar que somente neste domingo teve conhecimento das questões.

Weintraub afirmou ainda que a orientação era fazer uma prova de forma a selecionar pessoas mais qualificadas. “O objetivo não era dividir, doutrinar, é selecionar as pessoas mais capacitadas ”

O presidente do Inep, Alexandre Lopes, afirmou que uma das questões, de uma quadrilhista surda, era uma homenagem à Michelle Bolsonaro.

Weintraub afirmou ainda que a prova era a “cara” do presidente Jair Bolsonaro. “Foi com menor custo nominal e mais baixo aparentemente de problemas”, disse.

O primeiro dia de prova do Enem apresentou uma das mais baixas abstenções da história, de acordo com a informação do ministro da Educação, Abraham Weintraub. Dos 5,095 milhões de inscritos, 3,92 milhões compareceram à prova. A abstenção ficou em 23,7%.

A expectativa, no entanto, é que o número aumente no próximo domingo, quando será realizada a segunda etapa da prova.

Fonte: Portal Banda B

Da redação/ Sandra Laciuk



Nenhum comentário:

Postar um comentário


Ouça a Impactus FM