quarta-feira, 4 de setembro de 2019

Criança de 11 anos corta o rosto de amiga dentro do ônibus escolar em Curitiba


Duas alunas menores de onze anos se desentenderam no final da tarde desta segunda-feira (2), em Areia Branca dos Assis, localidade de Mandirituba, Região Metropolitana de Curitiba (RMC). 

O resultado foi um corte profundo no rosto de uma delas. Depois de algumas agressões sofridas, uma das meninas reagiu com um objeto cortante e atingiu o rosto da agressora, provocando um golpe profundo na face esquerda do rosto da colega de escola.

Segundo os pais, que são amigos, as duas meninas também são amigas e estudam no Colégio Estadual João Afonso de Camargo, em Areia Branca dos Assis. 

O desentendimento ocorreu no interior do ônibus escolar do município. O policial da Guarda Municipal de Mandirituba, Flávio Gelesnk, foi até o local por volta das 17 horas para atender a ocorrência. 

Por se tratar de duas crianças, ele acionou imediatamente o Conselho Tutelar de Mandirituba.

A conselheira Lisair Orso informou que o motivo do desentendimento seria a disputa por um radinho (pequeno rádio portátil). 

Já faz algum tempo que as duas sempre vinham se desentendendo por motivo banal. Ao pressentir que algo mais grave poderia ocorrer entre as duas, a mãe de uma das meninas havia mudado uma delas de período para tentar acabar com os desentendimentos constantes entre ambas. 

A tentativa foi em vão.

Por se tratar de duas meninas menores de 12 anos, são consideradas crianças perante a Lei. Também não são consideradas menores infratores. “Escutamos as duas partes e avisamos o Ministério Público. Foi averiguado que as duas meninas não estavam em situação de risco”, detalhou a conselheira Lisair Orso.

Após o incidente, a criança agredida foi conduzida pelas conselheiras até uma Unidade Municipal de Saúde para os atendimentos no profundo golpe no lado esquerdo da face.

 Depois as conselheiras foram ouvir a criança autora do golpe sobre os detalhes da ocorrência. O Conselho Tutelar de Mandirituba estuda uma solução eficaz para evitar 
outros possíveis conflitos entre as duas crianças.

Da Redação/ Maria Farias

Fonte: BANDA B.


Nenhum comentário:

Postar um comentário


Ouça a Impactus FM