Ouça a Impactus FM

domingo, 3 de fevereiro de 2019

Preso quadrilha que estava fazendo churrasco com novilha roubada em Nova Tebas e Arapuã

A Policia Militar de Pitanga, comandada pelo Sargento Dirceu Moraes, localizou na região de Nova Tebas e Arapuã, ladrões que, supostamente, furtaram gado de uma fazenda no município de Nova Tebas. 
Segundo o investigador Victor Nogueira, o caso foi entregue na delegacia de Manoel Ribas, que é sede de comarca do local onde o furto ocorreu. 

Também informou que investigações estão sendo realizadas para apurar outros possíveis delitos que foram praticados pelos suspeitos. 

A PM informou, que no dia 10 de fevereiro, 2019, por volta das 17 horas, o senhor Moacir, proprietário de uma fazenda, na localidade de Nova Pitanga, município de Nova Tebas.

Disse que fez a contagem do seu rebanho e constatou que foram fundadas, possivelmente, durante à noite, do dia 31 de janeiro, para o dia 01 de fevereiro de 2019.

Seis cabeças de gado com a marca M.C. Ao investigar o caso, apurou-se que Lício Ribeiro, que é caseiro de uma fazenda vizinha da vítima, juntamente com Leandro Machado, Júlio César dos Santos e Cláudio Aparecido de Oliveira, seriam os autores do furto. 

O primeiro a ser abordado foi Leandro, que contou ter ajudado Lício e Júlio, fechar 25 cabeças de gado na mangueira, e que Júlio, carregou seis cabeças, em uma F1000 placas de Nova Tebas, de propriedade de Cláudio.

E que o gado foi levado para um sítio, que fica na localidade de Romeópolis, município de Arapuã, também pertencente ao Cláudio. 

Lício confirmou os fatos e indicou a propriedade rural. No local, foram encontrados Cláudio e Júlio.

Logo foi localizada uma das novilhas furtadas que eles haviam matado. 

A carne estava pendurada e escorrendo o sangue, provavelmente, eles a preparavam para um churrasco. 

As demais cabeças de gado, possivelmente estavam no pasto, mas como era noite, esse detalhe seria conferido no dia seguinte. 

Júlio e Cláudio possuem no sítio, uma média de 100 cabeças de gado de procedência duvidosa, e também ficou apurado que Júlio utilizava uma motocicleta Honda Bros, placa de Arapuã, para suposto levantamento de propriedades, com o intuito de praticar furto. 

Foi encontrada uma e arma, tipo Bereta, calibre 22, na casa de Júlio, e uma espingarda calibre 32, e mais munições intactas na casa de Cláudio, ambas sem registro. 

"É importante frisar que na propriedade de Cláudio foram apreendidas, em data anterior, várias cabeças de gado roubadas e que, ele e Júlio, pertencem a uma das principais quadrilhas que agem na região Central do Estado do Paraná. 

Foram  presos, armas, carnes e veículos, e foram entregues para a competência da Delegacia de Manoel Ribas, para as devidas providências", finalizou o boletim da PM. 

Apesar do boletim relatar que Lício confirmou os fatos, familiares em nome dos detidos, dizendo que eles negam a prática dos crimes, e inclusive, que Cláudio e Júlio sejam integrantes de uma quadrilha. 

Negativa também do citado Leandro Machado, uma pessoa de Campo Mourão.

Familiar de Cláudio, disse que seu advogados vão provar que ele é inocente e não tem nada a ver com o crime.

Ela também solicitou que sua foto fosse retirada até que os fatos fiquem devidamente esclarecidos, sob pena que se comenta um pré-julgamento.
Da Redação/Maria Farias


Nenhum comentário:

Postar um comentário