quarta-feira, 24 de outubro de 2018

Laudo indica que marca de suástica em jovem foi automutilação


Os cortes em forma de suástica feitos em uma menina, há duas semanas, em Porto Alegre (RS), podem ter sido fruto de automutilação, segundo laudo da Polícia Civil do Rio Grande do Sul. 

Há a possibilidade de eles terem sido feitos de forma consentida também.

Segundo informações do Correio Braziliense, a jovem – que teria problemas psiquiátricos, segundo o delegado responsável pelo caso – será denunciada por falsa comunicação de crime.

Leia também: Polícia Civil do RS reabre investigação de caso de ataque com suástica
À época, a jovem afirmou que, após diversas ofensas e ameaças.

Três homens a renderam e a marcaram com a marca nazista utilizando um canivete. 

Ainda segundo a versão da moça, ela usava uma camiseta com a estampa “#EleNão” quando foi atacada.

A vítima registrou boletim de ocorrência no dia seguinte ao episódio. 

Ela não quis levar a ação adiante “por questões emocionais”.

Da Redação/Maria Farias

Nenhum comentário:

Postar um comentário