quinta-feira, 23 de agosto de 2018

Homem diz que 'demônio' o levou a matar mãe e alega 'insanidade temporária' em Taubaté


 O homem de 34 anos que matou a mãe a facadas em Taubaté nesta quinta-feira (23).

Disse em depoimento à Polícia Civil que o crime foi motivado pelo 'demônio' e que acredita que não ficará muito tempo na cadeia pois vai alegar 'insanidade temporária'.

A mulher de 61 anos foi morta por volta das 5h com várias facadas no apartamento onde morava com o filho na Avenida Itália. 

Segundo a polícia, o homem esfaqueou a mãe e depois acionou o resgate, mas ela não resistiu aos ferimentos. 

A mulher foi encontrada com diversas perfurações em sua cama.

Em depoimento à polícia, o homem contou que teria matado a mãe sem motivo, mas que teria cometido o crime a pedido do demônio. 

O homem contou à polícia que há dois meses tem sentido a presença dele e que desde então se mutilava e sentia o desejo de matar.

Sobre como teria cometido o crime, ele alegou não se recordar. 

Disse apenas que, na madrugada, teria ido até o quarto da mãe, esfaqueado e mordido a face da mulher após o crime.

O homem confessou o crime, disse que é usuário de drogas há anos e que estava sob o efeito de narcóticos no momento do crime. 

Ele foi autuado em flagrante por homicídio e vai permanecer preso.
Da Redação/Maria Farias

Nenhum comentário:

Postar um comentário