quinta-feira, 7 de junho de 2018

Vereador vende munição em minimercado, e local é alvo de busca e apreensão em Imbituva


O vereador de Imbituva, na região central do Paraná, Almir Beraldo Menon (PSDB) foi alvo de um mandado de busca e apreensão na quarta-feira (6).

Ele tem um minimercado na localidade rural de Faxinal dos Galvão.

Há várias denúncias de irregularidades no estabelecimento, como venda de combustível, de gás de cozinha, de munição e de medicamentos. (Veja, abaixo, os itens apreendidos)
Todas as situações foram constatadas durante o cumprimento do mandado, conforme a polícia.

Os crimes

A delegada de Imbituva, Emanoele Maria de Oliveira Siqueira, informou que outro delegado cuidará do inquérito, pois ela está sendo transferida para Curitiba.

O novo delegado, de acordo com Emanoele, pode decretar a prisão do vereador.

O vereador pode responder pelos crimes seguintes crimes:

Venda de munição (cuja pena varia de quatro a oito anos de reclusão.
Comércio irregular de produtos vencidos (detenção de dois a cinco anos.
Venda de gás e derivados de petróleo sem autorização (pena de um a cinco anos.
Deter artefatos incendiáveis sem autorização (três a seis anos de reclusão.

O que diz a defesa

Nesta quinta (7), a advogado Fausto Penteado disse à RPC Ponta Grossaque vai se pronunciar quando o inquérito policial for concluído.

Ele também afirmou que o vereador se apresentará à polícia para prestar esclarecimentos.

A esposa do vereador prestou depoimento na quarta-feira. Segundo o advogado, ela não deve responder ao processo. 

Ela cuidava do estabelecimento comercial somente quando o marido não estava, ainda conforme o advogado.


O que foi apreendido

1,6 mil cápsulas de munição calibre 22

1,9 mil cápsulas de munição de outros calibres

Espoleta

Pólvora

34 botijões gás

5 caixas de foguetes

10 caixas de bomba

2 galões de 500 litros de diesel

220 pacotes de cigarro, cada um com 10 maços
 
Da Redação/Maria Farias


Nenhum comentário:

Postar um comentário