OUÇA IMPACTUS FM - A Nova Onda da Internet

domingo, 27 de maio de 2018

Sétimo dia de greve: Poucos postos recebem combustível na cidade


Com a continuidade da paralisação dos caminhoneiros, os postos de combustíveis de Curitiba seguem sem abastecimento contínuo e, segundo o Sindicato dos Combustíveis do Paraná (Sindicombustíveis-PR), poucos caminhões-tanque conseguem furar os bloqueios.

E por isso alguns postos recebem pequenas cargas, gerando as filas registradas na cidade.

Na maior parte das vezes, as escoltas policiais são feitas de forma pontual, para abastecimento de viaturas oficiais e da própria polícia, e nestes casos também ocorre de restar combustível para que estes postos possam atender a população.

As ações de escolta acontecem de forma esporádica, sem aviso, e, portanto, não há como prevê-las. São carregamentos pequenos que se esgotam em questão de horas, gerando grandes filas.

Ainda restam estoques pequenos de diesel em Curitiba e região.

O fornecimento de GNV, que em sua grande maioria é feito por tubulação, segue ocorrendo.

Refinaria e centros de distribuição:

Os acessos da refinaria e dos polos de distribuição em Araucária continuam bloqueados.
Situação no Paraná:

No Paraná, como um todo, a situação é similar: não há abastecimento regular. 

Pode ocorrer que algum posto, de forma isolada, venha a obter algum produto, por conta de caminhão-tanque que tenha conseguido furar os bloqueios, geralmente com escolta.
Pequenos estoques de diesel ainda restam em alguns postos do Paraná.

O GNV continua com fornecimento no Paraná.

Diante deste quadro, não há condições de quantificar de forma exata número de postos em atividade no Paraná e em Curitiba que poderiam ainda ter gasolina e álcool.

Ação do Governo

Em nota, o Sindicombustíveis-PR aponta que o Governo do Paraná tem que agir de forma mais rápida e efetiva, negociando com os grevistas para garantir, com urgência, pelo menos a liberação do transporte de bens essenciais, entre eles os combustíveis.

Da Redação/Maria Farias

Nenhum comentário:

Postar um comentário