OUÇA IMPACTUS FM - A Nova Onda da Internet

quarta-feira, 23 de maio de 2018

Em alta velocidade, caminhão invadiu pista em acidente que matou seis motociclistas


O laudo do Instituto de Criminalística concluiu que o acidente que matou seis motociclistas na PR-082, em Lunardelli, no Norte do Paraná, foi provocado pelo caminhão envolvido na batida. 

O caso aconteceu no dia 9 de maio, quando o grupo seguia de moto de Ivaiporã para São João do Ivaí, para participar de uma festa.

De acordo com o chefe de Criminalística Luciano Bucharles, a perícia concluiu que os veículos colidiram na pista onde as motocicletas estavam. 

As investigações mostraram que o caminhão invadiu a faixa das motos. Ele foi fazer uma ultrapassagem em local não permitido, de um segundo caminhão, quando bateu contra as seis motos. 

Além disso, o laudo aponta que, no momento da primeira batida, o veículo estava a 98 km/h, em uma rodovia onde a velocidade máxima permitida é de 80 km/h, afirmou nesta terça-feira (22).

Segundo ele, os exames indicaram que, na verdade, o caminhão não respeitou a velocidade da via em vários pontos ao longo de um percurso de uma hora e meia, antes do acidente.

 “Ele passava dos 90 km/h, 100 km/h, chegando até a 114 km/h. No local da colisão, não havia nenhum vestígio que indicasse que a invasão da pista aconteceu por parte das motos”, completou Bucharles.

A versão do laudo contraria o depoimento do motorista do caminhão, que é de Santa Catarina. 

À Polícia Civil, ele disse que pelo menos duas das motocicletas envolvidas invadiram a pista. 

Na ocasião, o condutor, de 69 anos, passou pelo teste do bafômetro e o resultado não apontou qualquer uso de álcool. Por não ter ingerido bebida alcoólica e parado para prestar socorro, ele não chegou a ser preso.

A Polícia Civil afirmou que, se comprovada a imprudência, o caminhoneiro será indiciado por homicídio culposo no trânsito, com aumento de pena em virtude de ter seis vítimas mortas.

Da Redação/Maria Farias

Nenhum comentário:

Postar um comentário