sábado, 27 de janeiro de 2018

Operação Bala da Noite – Dois Pitanguenses estão entre os condenados


A Justiça proferiu nessa sexta feira (26) a sentença dos réus da operação “Bala da Noite”, deflagrada em dezembro de 2016 pelo Setor de Narcóticos da Polícia Civil de Guarapuava.

Entre os condenados, dois Pitanguenses, Lilian de Souza foi condenada a 1 ano e 8 meses de prisão, também, Robert Czekay Pires, condenado a 04 anos, 3 meses e 20 dias.

A sentença, expedida pela 1ª Vara Criminal de Guarapuava, pela juíza substituta Liliane Graciele Breitwisser, prevê encaminhamento de acusados para a penitenciária, semiaberto e troca de pena por cumprimento de trabalho voluntário. 

Somadas, as penas ultrapassam 100 anos de cadeia.

As investigações da Polícia Civil mostram que o tráfico de drogas sintéticas, principalmente, de ecstasy, envolvendo pessoas da classe média alta de Guarapuava, era distribuído por duas frentes. 

Os jovens Claudio Cantelli Junior e Rodolpho Scherner Neto, são considerados pela polícia como os principais traficantes na rede, cada um liderando um grupo, que abastecia outras pessoas vendendo no “atacado” e repassando para outros com entrega no “varejo”.

Os demais envolvidos são Jean Carlos Galarça, Erian Ribas Kramer, Jimmy Geezer Bueno, Emanoel de Mattos, Lilian de Souza, Francisco Cezinando Celestino, Guilherme Aires de Alencar, José Aires de Alencar Neto, Sidenir Oliveira da Silva, Willian Augusto Brescovit, Thiago Petroski, Jorge Henrique de Oliveira Polegath e Willian José Pielak.

Veja as penas:

Claudio Cantelli Junior – 26 anos;
Rodolpho Scherner Neto – 21 anos;
Thiago Petroski – 4 anos;
Amanda Padilha Antonischen – 4 anos;
Erian Ribas Kramer – 12 anos;
Jean Carlos Galarça – 7 anos;
Jorge Jorge Henrique Polegath – 2 anos e 5 meses;
Emanoel de Mattos – 13 anos;
Lilian de Souza – 1 ano e 8 meses;
Willian Augusto Brescovit – 14 anos e 9 meses;
Guilherme Aires Alencar Filho – 19 anos;
José Aires Alencar Neto – 13 anos e 9 meses;
Robert Czekay Pires – 04 anos, 3 meses e 20 dias;
Jean Felipe Ksiaskiewcz – 01 ano, 09 meses e 25 dias;
Murillo Carneiro Guimarães – 06 anos, 06 meses e 10 dias;
Daniel Marcondes Machado – 05 anos, 05 meses e 15 dias;
Gabriel Sobutka – 03 anos e 04 meses;
Eduardo Neimann Panka – 03 anos, 07 meses e 20 dias;
Cleverson Antonio Domingues – 04 anos, 01 mês e 05 dias;

As prisões preventivas de Jimmy Geezer Bueno e de Sidenir Oliveira Silva foram revogadas.

Os locais onde os condenados cumprirão as penas ainda não foram definidos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário